5 motivos para aprender fazendo

Incluir a prática no processo de aprendizado é uma maneira poderosa de enriquecer a experiência educacional, promovendo um entendimento mais profundo e duradouro pelos estudantes. As metodologias ‘mão na massa’ são, inclusive, preferidas pelos jovens, que se sentem mais estimulados e engajados com o estudo.

Conheça alguns motivos para incluir lições práticas no currículo escolar desde já:

 

1-Relevância para o mundo real

Aprender por meio de um projeto concreto mostra ao estudante a aplicação prática da teoria. Tudo o que é aprendido tem um por quê e um para quê, tornando o aprendizado mais tangível. Além disso, as experiências práticas capacitam o aluno para a resolução de problemas e desafios que ele possivelmente enfrentará fora da escola.

 

2-Aprender a errar

Imprevistos e desvios de rota são comuns em projetos e experiências práticas. Ao aprender fazendo, o estudante perde o medo de falhar e passa a aceitar o erro como parte fundamental do processo de construção de conhecimento. Conviver com a falha ajuda, ainda, a estimular a criatividade e a busca por soluções alternativas.

 

3-Conhecimento transdisciplinar

Uma das grandes vantagens do ensino baseado na prática é a integração de diferentes disciplinas em um mesmo projeto. Para realizar um projeto de física, por exemplo, o jovem precisa de ter noções de matemática, química e até mesmo de língua estrangeira.  O resultado são aulas mais dinâmicas e estimulantes e mais facilidade para absorver os diversos conteúdos.

 

4-Confiança e autoestima

Tirar uma ideia do papel envolve desafios que vão além do conhecimento teórico: é preciso ter coragem de se expor, capacidade de argumentação, habilidade para gerenciar recursos e pessoas, flexibilidade e abertura para o novo, criatividade e análise crítica. O processo de realização pode ser uma grande ferramenta de empoderamento, na medida em que o estudante vence cada uma dessas barreiras e adquire confiança para partir para o próximo passo do projeto.

 

5-Trabalho em equipe

Integrar diferentes habilidades, dividir o tempo e o espaço com os colegas e discutir soluções para os desafios são essenciais para a conclusão de um projeto prático. Tudo isso contribui para desenvolver as conexões sociais entre os jovens, o espírito de equipe e o respeito pela diferença, além de favorecer a troca de conhecimentos entre os alunos.

leia também

Saiba como se tornar um professor mais empreendedor
continuar lendo
Conheça as iniciativas dos cinco primeiros colocados no ‘Nobel’ da educação
continuar lendo
5 espaços de coworking que refletem o novo mercado de trabalho
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha