CER leva empreendedorismo para a pauta do maior evento de educação da América Latina 

Mais de 20 mil pessoas, entre educadores, gestores e representantes de startups e do poder público, participaram, entre os dias 8 e 11 de maio, da Bett Educar, considerada o maior evento de educação da América Latina. Realizado em São Paulo, o evento reuniu congresso, workshops, fórum para gestores e área de exposições, com a presença de mais de 200 empresas e 20 startups da área.

O Sebrae esteve presente com os espaços CER para Transformar e Arena Sebrae, ambos com uma programação intensa, focada em ampliar o debate sobre educação empreendedora. Segundo a diretora técnica do Sebrae Heloísa Menezes, a Bett Educar é um ambiente favorável para sensibilizar e influenciar a presença do tema em todos os níveis de ensino, nas escolas públicas e privadas. “Queremos dar um salto de qualidade na formação do futuro profissional, que poderá optar pela carreira em uma empresa ou abrir seu próprio negócio”, afirmou Heloísa Menezes.

 

 

 

Espaços Sebrae
As palestras, workshops e oficinas realizadas nos espaços do Sebrae apresentaram experiências de educação empreendedora realizadas ao redor do Brasil e ofereceram ferramentas para a implementação de iniciativas ligadas ao tema, em todos os níveis de ensino.

Temas como empreendedorismo social, educação financeira,  formação de professores, desenvolvimento da atitude empreendedora nos jovens e educação maker foram destaque na programação. O evento reuniu convidados importantes como Cláudio Moura, especialista da Universidade Positivo e autor de diversos livros sobre educação,  Cláudia Costin, diretora de Educação Global no Banco Mundial e José Pacheco, educador português e idealizador da Escola da Ponte, que há 42 anos propôs um modelo totalmente disruptivo de educação que inspira educadores e instituições a repensar a escola.

 

Sobre a Bett Educar
A edição de 2018 foi a 25a da Bett Educar, evento que anualmente reúne cerca de 20 mil pessoas da comunidade educacional de todo o Brasil, com o propósito de buscar inspiração, discutir o futuro da educação e o papel da tecnologia e da inovação na formação de educadores e estudantes. Este ano, o foco do evento foi discutir a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a reforma do Ensino Médio, com conteúdos estruturados em quatro eixos: aprendizagem, práticas de sala de aula, formação de professores e gestão.

 

leia também

Educação maker: construção de comunidade e da mentalidade ‘façamos-nós-mesmos’
continuar lendo
Open Badges: como validar conhecimentos e habilidades adquiridos fora de escolas e universidades
continuar lendo
5 dicas para novos professores
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha