Conheça as 10 universidades que mais estimulam o empreendedorismo no Brasil

1° Universidade de São Paulo (USP)

Com uma pontuação total de 7,67 pontos, a USP foi eleita a universidade mais empreendedora do Brasil, com destaque para os eixos de Extensão (1o lugar), Internacionalização (2o lugar) e Inovação (2o lugar). A Universidade mantém a Agência USP de Inovação (Auspin) que, entre outras atividades, promove o empreendedorismo por meio de incubadoras de empresas, parques tecnológicos e treinamentos.  Em parceria com o Sebrae, a Auspin atende ao público por meio do “Disque Tecnologia”, um sistema de atendimento online que responde às perguntas técnicas de microempresários, criando um banco de dados sobre o assunto.

2° Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Em segundo lugar no ranking geral, a Unicamp obteve sua melhor pontuação nos aspectos de Internacionalização e Capital Financeiro. A nota em Internacionalização leva em consideração a taxa de intercâmbios internacionais em relação ao número de alunos, e as citações internacionais por docente e publicações em coautoria internacional.

Já o eixo Capital Financeiro, avalia a razão entre a receita global da instituição e o número de alunos.

3° Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

A PUC-Rio obteve uma avaliação de destaque no quesito Infraestrutura, indicado como um dos fatores mais importantes para que a universidade possa ser considerada empreendedora ou não. Foi avaliada a qualidade das salas de aula, biblioteca, laboratório de informática e pesquisa, espaços abertos, transporte, a disponibilidade e velocidade da internet e a parceria entre a universidade e o Parque Tecnológico local.

4° - Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Com campi nas cidades de São Carlos, Araras, Sorocaba e Buri, no estado de São Paulo, a UFSCar obteve sua melhor nota no eixo Extensão. Além da relação do número de projetos de extensão e do número de alunos, o eixo avalia a existência de redes e parcerias com as organizações estudantis de representatividade nacional: Brasil Júnior, Aiesec, Enactus e Rede CsF.

5° - Universidade Federal do Ceará (UFC)

Classificada em quinto lugar no ranking geral, a Universidade Federal do Ceará se destacou no quesito Inovação, alcançando 9,54 pontos, em um total de 10. A proximidade da Universidade com empresas, por meio de incubadoras, e o número de pedidos de patentes registrados foram os fatores que contribuíram para a boa classificação.

6° - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Uma universidade com cultura empreendedora é aquela que cria e incentiva a postura empreendedora em seus alunos e professores. A UFMG teve sua melhor pontuação neste quesito, que leva em consideração o número de disciplinas de empreendedorismo e a proatividade de seus corpos docente e discente para resolver problemas, assumindo riscos e aproveitando as oportunidades.

7° - Universidade Federal de Viçosa (UFV)

A Universidade Federal de Viçosa teve origem na Escola Superior de Agricultura e Veterinária, em 1922. Atualmente, conta com três campi: Viçosa, Florestal e Rio Paranaíba, em Minas Gerais. Por sua tradição, a área de Ciências Agrárias é uma das mais desenvolvidas na UFV, com reconhecimento no Brasil e no exterior. Apesar da ênfase na agropecuária, a instituição vem assumindo caráter eclético, expandindo-se em outros campos do conhecimento.

8°- Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Fundada em 1961, a Universidade Federal de Santa Maria foi a primeira universidade federal localizada no interior do Brasil, um marco representativo para a interiorização do ensino universitário no Brasil. Atualmente possui cinco campi, nas cidades de Santa Maria, Silveira Martins, Frederico Westphalen, Palmeira das Missões e Cachoeira do Sul, todas no Rio Grande do Sul.

9° - Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Um dos destaques da Universidade Estadual de Maringá foi sua classificação no aspecto Inovação, com 7,64 pontos em 10. A instituição pública está localizada no noroeste do Paraná e foi criada no ano de 1969. Com sua criação, passaram a fazer parte da UEM as faculdades Estadual de Ciências Econômicas, Estadual de Direito e Fundação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – até então, as únicas instituições de ensino superior no estado.

10° - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Com sede em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a UFRGS tem uma história centenária, com origem em 1895 com as escolas de Farmácia e Química e de Engenharia. A instituição passou a existir com status de universidade de 1934 e atualmente estima-se que 40 mil pessoas circulam por seus prédios diariamente.

Clique aqui

 https://www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/17112016-Livro-Universidades-Empreendedoras.pdf para ter acesso ao Índice das Universidades Empreendedoras, à metodologia e aos detalhes das avaliações.

leia também

Como a arquitetura está impactando o ensino na Finlândia
continuar lendo
Fique por dentro de sete tendências de empreendedorismo
continuar lendo
Cinco pontos para considerar no pitch da sua EdTech
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha