Criança atenta e curiosa: mais protagonismo na educação

Logo no primeiro parágrafo de seu livro Educar na Curiosidade, a autora canadense Catherine L’Ecuyer levanta uma questão que tem tirado o sono de pais e educadores: o que fazer para manter filhos e alunos motivados nos dias de hoje?  

 

Com um verdadeiro arsenal à disposição – formado por smartphones, games, aplicativos, tablets, smartTVs e outros gadgets – os jovens têm tantos estímulos à sua volta que fica difícil concentrar em uma só tarefa.

 

Por isso, a autora defende o retorno à simplicidade, à vida desconectada e ao contato com a família e os amigos como um dos caminhos para uma educação em que a criança exerce o papel de protagonista em seu aprendizado, ao invés de uma simples usuária de dispositivos digitais. Catherine fala com autoridade sobre o assunto: além de professora universitária e participante do grupo de pesquisa Mente-Cérebro, na Universidade de Navarra, ela é mãe de quatro filhos.

 

Entre os alertas feitos, está a importância de diferenciar atenção de fascinação. A atenção é uma atitude proativa, de descoberta da realidade. Já a fascinação acontece quando a criança recebe somente estímulos externos e, embora pareça atenta, está apenas ‘vidrada’ no que vê, nas cores e sons. A atenção verdadeira é despertada a partir do contato com o mundo real, como tocar a terra molhada, sentir o cheiro das plantas ou brincar com animais.

 

Para o desenvolvimento de habilidades como autocontrole, planejamento e flexibilidade, Catherine incentiva a introdução de jogos desestruturados na infância. Pequenas brincadeiras como cumprir uma tarefa sem derrubar objetos ou construir uma casa na árvore, por exemplo, permitem que as crianças desenvolvam autonomia, tomando decisões e desafiando a si mesmas.

 

Outro fator que contribui para estimular a atenção e a curiosidade é evitar atividades multitarefas. Processar muitas informações ao mesmo tempo resulta em mais dificuldade de aprendizado e menor absorção do conteúdo.

 

leia também

Educação integral com participação social
continuar lendo
Nova educação a favor da inclusão social
continuar lendo
Use a tecnologia para tornar o conteúdo das aulas mais atrativos
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha