Entenda como a inteligência artificial pode contribuir para o aprendizado

A tecnologia pode ser uma grande aliada dos professores no ambiente escolar para melhorar a qualidade do ensino e inovar em sala de aula. Os recursos disponíveis hoje que utilizam a inteligência artificial (IA) podem ser aplicados de diferentes maneiras no dia a dia dos estudantes. Seja para transmitir o conteúdo de maneira mais clara, seja para visualizar o rendimento de uma determinada turma, por exemplo, a IA oferece garante precisão na análise de dados.

O termo pode parecer muito distante da nossa realidade, mas a inteligência artificial está presente em nosso cotidiano a todo momento. Assistentes virtuais como Siri e o Google, os chats virtuais de atendimento em sites de compras, os aplicativos inteligentes de bancos são apenas alguns dos exemplos de como a IA facilita a vida no dia a dia. Por que, então, não utilizá-la nas escolas?

As experiências com o uso da inteligência artificial na educação já são realidade ao redor do mundo. Na Califórnia, existem escolas que utilizam plataformas personalizadas de ensino para cada aluno com lista de vídeos, textos e testes selecionados de acordo com os pontos fortes e fracos de cada estudante.

Na Índia, o Mindspark, um banco de dados com milhões de avaliações educacionais, ajuda os professores a identificarem quais são as principais deficiências de seus alunos. A partir dessa análise, é possível trabalhar melhor os conteúdos necessários e não gastar tanto tempo com aqueles que já estão assimilados pelos jovens.

Recursos de realidade virtual como o Google Expedition também são destacados pelos especialistas em educação como uma aposta para fazer da inteligência artificial uma ferramenta de aprendizagem. A possibilidade de ter contato muito próximo do real com o conteúdo que se aprende em sala de aula ajuda na assimilação do conhecimento.

De maneira simples, a inteligência artificial permite que softwares executem ações que são ou seriam realizadas pelo cérebro humano. A tecnologia é capaz de processar quantidades enormes de informações e transformá-las em dados estruturados. É a partir desse funcionamento que é possível a criação de sistemas inteligentes de busca e de aplicativos que reconhecem as preferências de cada pessoa, entre outros.

 

A realidade da inteligência artificial na educação

No Brasil, algumas experiências de aplicação da IA na educação são conhecidas. As principais e mais frequentes estão relacionadas aos tutores virtuais, que oferecem suporte à distância para os estudantes. Em Santa Catarina, a tecnologia foi elevada a outro nível de complexidade: três robôs participam ativamente da rotina de alunos de quatro a sete anos de uma escola pública para auxiliar no aprendizado. Diante de tantas possibilidades, como colocar a IA a serviço da inovação em sala de aula com os recursos disponíveis hoje no país?

  • Usar plataformas personalizadas de ensino com base nas principais dificuldades do aluno (como a utilizada na Califórnia): essa é uma das apostas do relatório da Pearson, uma das principais empresas voltadas para educação no mundo, divulgado em 2016. Atualmente, especialistas apontam os sistemas de tutoria inteligente, entre eles, o Carnegie Learning ou o Third Space Learning, como as grandes tendências tecnológicas para educação.
  • Disponibilizar tutores à distância para conteúdos que ainda estão sendo ensinados em sala de aula. Atualmente, o próprio Ministério da Educação disponibiliza recursos de ensino virtual para os professores utilizarem em suas aulas.
  • Aproveitar os softwares de análise de dados hoje existentes para a tomada de decisões na escola. Questões como qual conteúdo focar, qual turma está com o melhor ou o pior desempenho, entre outras informações, podem ser facilmente obtidas por meio desses sistemas.

Usar a tecnologia a favor do conhecimento é uma das principais estratégias nos dias de hoje para despertar o interesse do aluno pelo conteúdo ensinado. A transformação digital é um processo global, e é preciso acompanhar as novidades para fazer da sala de aula um espaço rico de aprendizagem e compartilhamento de experiências.

Quer conhecer outras cinco tendências relacionadas ao uso de tecnologia na educação? Confira neste post.

leia também

Pesquisa científica e inovação: conheça a experiência de uma escola no RN
continuar lendo
Empreendedorismo e mentalidade maker por uma nova cultura organizacional - entrevista com Carolina Marini
continuar lendo
O que eu faço para transformar a educação?
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha