Juventudes pela educação: ouvidos mais atentos às demandas do jovens

Ampliar o senso de pertencimento ao promover uma escuta mais qualificada das necessidades dos jovens para a educação. Este é o objetivo  do documento Juventudes pela Educação, lançado neste ano pelo Movimento Todos pela Educação, em parceria com o Instituto Inspirare e Instituto Unibanco.

Desenvolvido a partir de um processo colaborativo por meio de oficinas com alunos, ex-alunos, professores, gestores e especialistas em educação, o documento segue a premissa de que o futuro dos estudantes depende da escola e o futuro das escolas depende dos estudantes. A ideia é que as propostas do Juventudes pela Educação se tornem referência para que instituições de ensino de todo o país ampliem os espaços de escuta às demandas dos jovens e sua participação no cotidiano nas escolas e na formulação de políticas públicas educacionais.

As propostas são guiadas pelos seguintes princípios:

  • Reconhecimento das singularidades e inclusão das diversas juventudes;
  • Diálogo aberto, horizontal e consequente;
  • Cooperação intergerencial;
  • Valorização das múltiplas formas de participação;
  • Criação de condições para a participação;
  • Conexão com projeto de vida.

O relatório também traz orientações práticas específicas para a atuação na gestão escolar e nas políticas públicas, além de referências às leis que dão respaldo à participação na educação.

Conheça o documento na íntegra e inspire-se para promover a inclusão dos estudantes na melhoria da qualidade do ensino na sua instituição ou sala de aula.

 

leia também

Aprender pela experiência: conheça a metodologia criada pela Perestroika
continuar lendo
Saiba como aplicar as estações de aprendizagem em sala de aula
continuar lendo
Acesse todo o conteúdo ConecteCER!
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha