O que a escola não ensina - e que todo educador deve saber

Dedicamos cerca de 15 anos de nossas vidas ao estudo, considerando o período de educação básica, ensino médio e formação superior.  Muitas horas e muito dinheiro na educação formal ao longo da vida, mas, será que a escola nos ensina o que de fato precisamos aprender?  Pensando nisso, o empreendedor e escritor João Cristofolini reuniu em seu livro “O que a escola não nos ensina”, algumas lições e habilidades que ele próprio aprendeu fora do ambiente escolar.

1- Utilizar a mente

Entender como nossa mente funciona é essencial para direcionar pensamentos, ter mais clareza dos objetivos pessoais e profissionais e não lutarmos contra nós mesmos. Isso passa por um entendimento dos nossos medos, das crenças que ouvimos na infância sobre dinheiro e sucesso e que foram reforçadas ao longo da vida e uma compreensão das atitudes mentais que nos favorecem.

2- Empreendedorismo

Muitos educadores confundem educação empreendedora com preparar empresários de sucesso e, por isso, muitas vezes ela é deixada de lado no currículo escolar. A verdade é que o empreendedorismo é fundamental, inclusive, para aprender a aprender. Entender o conceito de redes de relacionamento e a importância da colaboração, aprender a incluir o erro no processo de aprendizagem, estimular a busca pela inovação e perder o medo de se arriscar no novo,  são algumas dessas lições que o empreendedorismo permite.

3- Vendas

Falar sobre vendas na escola? Sim. Venda não é só aquela que acontece nas lojas ou em negociações comerciais. Segundo João Cristofolini, estamos o tempo todo vendendo, seja um produto, uma imagem ou uma ideia. E as lições do autor são bem específicas sobre o assunto: remuneração variável, regra dos três segundos, os segredos de um bom pitch em 60 segundos, como entender a cabeça dos clientes e como usar o storytelling nas vendas.

4- Marketing e marca pessoal

Tão essencial quanto entender de vendas é aprender os fundamentos do marketing. Do lançamento do produto ou serviço, relacionamento com os clientes, estabelecimento de parcerias ao marketing pessoal, os conhecimentos sobre estratégias empresariais e de posicionamento são valiosos não só para quem atua na área, mas para a vida.

5- Liderança

Liderar é muito mais do que ocupar um cargo de autoridade em uma instituição (seja ela a escola, a família, um grupo de amigos ou a empresa). E muitas lições sobre como exercer uma liderança positiva e justa não são ensinadas nas escolas ou até mesmo nos cursos de administração. Como delegar tarefas? O que fazer para ter um ambiente de trabalho saudável? Como confiar e ter a confiança da equipe liderada? E quando chega a hora de demitir alguém? No livro, João Cristofolini fala sobre o que aprendeu nessa área.

6- Educação financeira

Todos nós aprendemos matemática financeira no Ensino Médio. Mas há uma distância enorme entre esses conceitos básicos e os conhecimentos necessários para se ter uma vida financeira sustentável e equilibrada. Muita gente acaba repetindo o mesmo padrão de consumo e investimento de seus familiares, simplesmente por não ter informações mais aprofundadas de como gerir o próprio dinheiro.

7- Cuidado com a saúde e espiritualidade

Quem disse que saúde e espiritualidade não devem ser prioridade na educação? Os dois aspectos são super importantes para uma vida mais saudável e, consequentemente, para o sucesso nos estudos e na carreira. Seja por tabu ou por falta de costume, as instituições de ensino acabam não tratando de temas tão vitais como o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, gestão do tempo, depressão e felicidade, por exemplo.

Conheça a Quest To Learn, escola em Nova Iorque que ensina com jogos.

 

leia também

Aprender pela experiência: conheça a metodologia criada pela Perestroika
continuar lendo
Saiba como aplicar as estações de aprendizagem em sala de aula
continuar lendo
Acesse todo o conteúdo ConecteCER!
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha