Open Badges: como validar conhecimentos e habilidades adquiridos fora de escolas e universidades

O conhecimento não está restrito à sala de aula, o que leva muitos estudantes e profissionais a investir em atividades complementares. A questão é conseguir validar experiências que enriquecem o currículo, mas não fazem parte do sistema tradicional de ensino, como cursos livres, participação em projetos e trabalhos voluntários. Conheça, então, o Open Badges, programa de certificação online voltado para o aprendizado em espaços informais.

O usuário monta, de forma gratuita, o seu próprio currículo através de um software desenvolvido pelo Mozilla. Vale incluir conquistas, habilidades como criatividade e colaboração e até atitudes cidadãs como participação em programas de reciclagem ou de defesa aos animais. É a oportunidade de mostrar diferenciais que não podem ser identificados em um diploma.

Os selos reúnem dados como data de emissão, detalhes sobre a organização emissora e a atividade desenvolvida. As informações podem ser compartilhadas em blogs, sites, redes sociais ou mesmo na assinatura de e-mail. O objetivo vai desde ganhar créditos escolares até conseguir um emprego. Atualmente, mais de três mil organizações em todo o mundo reconhecem e valorizam o conhecimento adquirido fora da sala de aula.

Qualquer indivíduo ou organização pode se tornar um  emissor do Open Badges, desde que ofereça uma experiência de aprendizado. Incluem-se professores, organizadores de eventos, agências governamentais, organizações sem fins lucrativos, bibliotecas e museus. Nasa, YMCA, Smithsonian American Art Museum e Intel são alguns dos exemplos.

leia também

Universidades de portas abertas para o mercado
continuar lendo
5 dicas de como trabalhar a autoestima em sala de aula
continuar lendo
Conheça o portal de educação do IBGE
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha