Aulas on-line: 7 dicas para colocar em prática

Estamos passando por um período bastante desafiador em razão de uma pandemia do novo coronavírus, a COVID-19. Todos os setores estão sendo impactados e com a educação, não é diferente. 

O número de estudantes fora da sala de aula já é superior ao de jovens que seguem indo à escola em todo o mundo, e a tendência é que esse número aumente ainda mais nos próximos dias. Por isso, a educação on-line tem sido uma grande aliada das instituições de ensino ao redor do planeta. Aquelas escolas que já haviam passado por uma transformação digital saem na frente, com infraestrutura e metodologia adaptadas para o ensino a distância (EAD). Outras instituições, no entanto, tentam fazer o melhor com o que podem e se têm aventurado nas  videochamadas, na produção de conteúdo para o YouTube, dentre outras alternativas. 

Pensando nisso, o CER preparou uma série de conteúdos especiais para o momento. Nossa intenção é sanar suas dúvidas e oferecer ferramentas visando dar o suporte necessário durante esse período de educação on-line. Esperamos que goste! Boa leitura!

A educação a distância (EAD) tem se popularizado nos últimos anos como uma ferramenta extremamente ligada à democratização do acesso à educação, proporcionando flexibilidade e acessibilidade aos estudos. Entretanto, além da praticidade envolvida, as aulas on-line são muito eficazes em situações adversas, como durante a crise do novo coronavírus, e consequentemente no período de isolamento social em que estamos vivendo. No artigo a seguir, vamos explicar como começar a estruturar suas aulas on-line de forma eficiente e com qualidade. Confira!

1 Estabeleça uma plataforma para as aulas on-line

Se a sua escola não possui uma ferramenta própria para ministrar aulas on-line, existem diversas ferramentas no mercado que podem auxiliar nisso. O Microsoft Teams, por exemplo, é bastante utilizado em empresas mas tem funcionalidades que podem atender às necessidades das aulas EAD. O uso da ferramenta  é pago para empresas, mas para escolas a inscrição é gratuita.

O Skype também é gratuito e bastante acessível. Sua versão mobile permite que os alunos que não possuem um computador seja capazes de acompanhar as aulas.

Para gravar aulas, você pode utilizar o Loom, ou seja, extensão do Chrome que registra a tela e sua voz simultaneamente. Essa ferramenta, porém, é mais limitada quando se está gravando durante uma videoconferência ao mesmo tempo. Para isso, você pode usar o Zoho Meetings. Embora seja uma ferramenta paga para a apresentação de webinars, ela é bem acessível e possibilita gravação, compartilhamento de tela, chat, apresentação on-line, tudo em um mesmo ambiente virtual.

2 Adapte seu conteúdo para o ensino on-line

O ensino a distância exige uma mudança no formato do material. As aulas on-line podem ser mais curtas e objetivas, uma vez que os alunos podem revê-las se precisarem. O conteúdo também deve ser dinâmico e fácil de ser compreendido.

Além disso, o aporte visual deve ser pensado para dispositivos móveis. Parte dos seus alunos pode não ter um desktop e precisará acompanhar as aulas do celular ou do tablet. Por isso, procure pensar no tamanho da letra nos slides, por exemplo, e certifique-se de que os conteúdos complementares que compartilha com eles sejam mobile friendly.

Uma dica importante é consultar outros professores e conteúdos de portais de cursos on-line adaptados para dispositivos móveis, com o objetivo de obter insights para a elaboração das suas aulas via internet.

3 Crie mecanismos que proporcionem interação

A interação durante as aulas on-line são fundamentais a fim de que os alunos possam tirar dúvidas e colocar em prática os conteúdos estudados. E também suprem a falta de convívio social e troca de ideias durante períodos exclusivos de aula on-line. Crie fóruns de discussão, grupos de WhatsApp ou grupos no Facebook. Uma dica é centralizar a comunicação em um só lugar, deixando claro o que deve ser discutido ali. Se, no grupo de WhatsApp, por exemplo, os alunos começarem a compartilhar memes, lembre-os do propósito do grupo ou crie um segundo grupo apenas para tal finalidade.

Você pode utilizar alguns métodos de descontração e interação durante as videochamadas. Procure separar alguns minutos no final da aula para discutir tópicos atuais, crie dinâmicas e incentive a participação de todos.

4 Consiga o apoio da família

Estudar de casa implica a presença de uma série de elementos com potencial de distrair os alunos. Videogame, televisão e os próprios espaços da casa podem fazer com que a aula não seja produtiva e interfira no aprendizado deles.

Por isso, é fundamental discutir com a família e conseguir o apoio dos pais e responsáveis legais. Procure sugerir mecanismos que limitem o acesso a dispositivos eletrônicos não essenciais às aulas e proporcione feedbacks frequentes sobre o desempenho dos alunos durante as aulas on-line.

5 Estruture um sistema de consulta e entregas

A organização é uma etapa fundamental para conseguir elaborar aulas on-line com sucesso. Escolha um sistema de armazenamento na nuvem, como o Google Drive ou o DropBox, buscando organizar a gravação das aulas e o material disponibilizado, para que os alunos possam consultar de forma prática e fácil.

Além disso, crie um modelo de entregas simplificado, como enviar um PDF dos trabalhos e exercícios solicitados via e-mail. Compartilhe com a turma um calendário virtual com todas as datas do percurso curricular, a fim de que eles possam acompanhar pelo cronograma.

6 Adicione material complementar às aulas

Com os alunos em casa, é preciso trabalhar de forma estratégica para motivá-los a estudar e conseguir passar com maior clareza os conteúdos abordados. Uma forma de fazer isso é transformar as aulas em multidisciplinares e adotar recursos que contribuam para fixar a mensagem que você deseja passar.

Dessa forma, adote com maior frequência o uso de podcasts, filmes, vídeos, livros e outras referências em suas aulas. As redes sociais também podem ser uma ferramenta útil para aulas on-line, como o Tik Tok, o Twitter, o Instagram e o Facebook.

7 Elabore uma estrutura mínima para dar aulas

Aulas on-line exigem uma estrutura diferente das ministradas presencialmente. Para que o ensino a distância seja produtivo e eficaz, exige-se do professor que ele estruture um espaço em sua residência e até mesmo faça pequenos investimentos com o objetivo de proporcionar qualidade a seus alunos.

O ambiente de gravação das aulas on-line precisa ter boa iluminação. Se for utilizar um aporte visual físico, como lousa ou quadro-negro, é necessário que eles sejam visíveis para quem está do outro lado da câmera. Além disso, lembre-se de colocar a câmera em um local estratégico. Um tripé, por exemplo, pode auxiliar nesse momento. Se preferir usar slides, opte por uma plataforma que mostre seu rosto também, para que o alunos tenham uma referência sua na tela.

O som  é outro item fundamental para a qualidade das aulas. Investir em um microfone é uma boa estratégia. Outra dica: evite gravar em ambientes barulhentos e que possam distrair os alunos.

Internet de qualidade é fundamental. Se as aulas forem transmitidas ao vivo, contrate uma conexão de pelo menos 35MB e procure conectar o cabo do modem ao computador, uma vez que a conexão wi-fi é mais propensa a quedas e apresenta menor velocidade. Se as aulas forem gravadas, certifique-se de ter boa velocidade de upload, acima de 3MB no mínimo, para que o conteúdo suba para a plataforma com rapidez.

E, então, o que achou das dicas para aulas on-line? Uma das estratégias nas quais você pode apostar é no microlearning, método de aprendizado em pílulas curtas que promete acelerar o processo. Conheça mais do microlearning e formas de aplicá-lo. 

 

leia também

Orientações para retorno às aulas:  o que você precisa saber para o cenário pós-pandemia
continuar lendo
Educação Criativa: 6 maneiras de deixar as aulas mais divertidas
continuar lendo
Aulas de Ciências a Distância: como trabalhar esta área de conhecimento nas aulas on-line
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha
×