5G na educação: Veja quais são os impactos!

Blog 5G na educação: Veja quais são os impactos!

16/03/2021
As tecnologias têm o poder de transformar o setor educacional, trazendo novas oportunidades para inovar no sistema de ensino, proporcionar maior acessibilidade ao conhecimento e democratizar a Educação. 
O 5G, por exemplo, é um tecnologia que tem promovido muitas discussões, graças ao seu potencial de revolucionar a conectividade no Brasil. Entretanto, cabe questionar: quais são os impactos do 5G na Educação? O que essa nova tecnologia pode proporcionar ao sistema de ensino? Quais são as vantagens que ela oferece? É o que vamos descobrir no post a seguir. 

O que é a tecnologia 5G?

A tecnologia 5G é a última geração de rede de internet móvel, que substituirá suas antecessoras 3G e 4G, em aparelhos celulares, tablets, ipads, etc. A promessa é que, devido ao avanço da tecnologia, o 5G traga mais velocidade para transporte de dados, downloads e uploads de arquivos, além de uma cobertura mais ampla e maior estabilidade nas conexões com a internet.
Só para ter uma ideia do potencial inovador desta nova tecnologia, enquanto as redes 4G atingem em média a velocidade de 45 Mbps (megabit por segundo), a expectativa é que o 5G alcance cerca de 1 Gbps (gigabit por segundo).
O grande destaque do 5G é a promessa de possibilitar maior conectividade, ampliando o conceito da Internet das Coisas. Lançando mão dessa nova tecnologia, será possível conectar carros, eletrônicos, câmeras de segurança, celulares, notebooks, geladeiras, micro-ondas e diversos outros dispositivos na mesma rede, a partir de uma conexão mais ampla e estável.

Quais os impactos do 5G na Educação?

Como vimos, a tecnologia 5G tem grande potencial de modificar a vida em sociedade, oferecendo diversas funcionalidades que podem otimizar ainda mais o dia a dia. Dessa forma, com o 5G na Educação não seria diferente. 
O 5G na Educação vai proporcionar maior acessibilidade, otimizar as aulas híbridas em sala de aula, possibilitar o acesso à tecnologia da educação no ambiente escolar, assim como trazer diversas possibilidades e vantagens para o percurso curricular estudantil. 
Especificamente, algumas mudanças geradas por esta nova tecnologia serão as seguintes:

Acessibilidade à internet

Um dos importantes desafios para a disponibilização da internet em diversas escolas brasileiras é a complexidade e o custo de investimento a fim de criar uma estrutura que possibilite o acesso à rede wi-fi no espaço escolar.
Uma das mudanças promovidas pelo 5G na Educação é remover esse obstáculo, tornando mais fácil trazer o meio digital para a sala de aula.
Além disso, espera-se uma ampliação da interatividade com melhorias audiovisuais nas videoconferências, possibilitando o fortalecimento do ensino móvel e à distância, mesmo em áreas rurais, devido ao aumento da velocidade e da taxa de transmissão de dados.
Também será possível a maior utilização de recursos multimídia tanto em sala de aula quanto remotamente, com os estudantes tendo acesso a filmes em alta definição, imagens, áudios e dados para consultas e estudos em tempo real.
Inclusive, existirá a possibilidade de desenvolver novas habilidades e talentos pela inserção no ensino à distância de conteúdos dinâmicos como: música, ginástica, dança, ensino psicomotor, entre outros.

O meio digital e as novas tecnologias como aliadas da Educação

O Ensino Híbrido vem se tornando uma metodologia bastante popular na área da Educação, por promover a união dos ensinos on-line e off-line como estratégia pedagógica. Com o 5G na Educação, colocar esse modelo de ensino em prática se torna mais fácil.
Será possível  aos estudantes baixar aplicativos durante as aulas para a realização de atividades on-line, assim como esse meio digital facilitará o acesso às novas tecnologias que oferecem uma experiência mais real e profunda no aprendizado.
O 5G aumentará a eficiência e o realismo de técnicas como a realidade virtual e realidade aumentada, possibilitando aulas imersivas. Será possível levar os estudantes para momentos históricos marcantes, ou para qualquer ponto do planeta, ou, até mesmo para estudar o interior do corpo humano, por exemplo.
Será possível o uso da Inteligência Artificial para personalização do ensino, permitindo à escola e ao professor mapear aptidões naturais e maiores dificuldades dos estudantes, e sugerindo as melhores estratégias para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais e empreendedoras mais alinhadas com as capacidades demonstradas.
Todos estes novos recursos permitirão que as aulas se tornem não só mais dinâmicas, como também mais divertidas para os estudantes, ampliando o potencial de engajamento e a qualidade de aprendizado.

Flexibilidade na Educação

A instabilidade da conexão impõe alguns limites que podem deixar de existir com o 5G na Educação. Isso porque, com uma internet mais veloz e estável, é viável ter mais flexibilidade nas atividades escolares, podendo ampliar o ensino remoto.
Isso permite que um professor do outro lado do país apresente uma palestra aos estudantes sem a necessidade de deslocamento, assim como esse professor terá a oportunidade de passar vídeos e filmes em sala de aula utilizando aplicativos de streaming, o que hoje é um desafio para muitos educadores.

Já existe 5G no Brasil?

Embora algumas plataformas de notícias tenham anunciado a chegada do 5G no Brasil, é importante ressaltar que a tecnologia ainda não existe efetivamente em território nacional. Algumas operadoras de telecomunicação estão testando a conexão 5G DSS, ou seja, uma versão mais otimizada que o 4G, porém que ainda não tem a capacidade de entregar todo o potencial do 5G. 
A promessa é que, a partir de 2021, a Anatel comece a leiloar frequências 5G para as operadoras nacionais, que já estão fazendo os próprios experimentos com a 5G DSS e disponibilizando isso aos consumidores, uma vez que o custo operacional dessa tecnologia é mais em conta.
Outro empecilho para a viabilidade da tecnologia é que grande parte dos celulares em circulação não tem a capacidade de captar a rede 5G. No entanto, nos modelos de dispositivos móveis mais recentes, é possível identificar tal funcionalidade no aparelho.

Conclusão

De modo geral, a tecnologia 5G na Educação vai diminuir custos, ampliar a possibilidade de transmissão de dados e reduzir impactos ambientais.
Com isso, os professores e os estudantes têm maior flexibilidade para explorar tecnologias, tanto novas quanto as existentes, ultrapassando barreiras que a conectividade limitava ao wi-fi e a outros dispositivos que exigem estrutura e orçamento maior.
O que achou das possibilidades que vão surgir com o 5G na Educação? Continue lendo sobre tendências da tecnologia e seus impactos na Educação neste post e acerca das tecnologias vestíveis, ou os wearables, e seus usos para a aprendizagem. 

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades