7 ferramentas para serem usadas nas aulas online

Blog 7 ferramentas para serem usadas nas aulas online

Compartilhe este conteúdo
Durante a pandemia provocada pelo covid-19, educadores se viram frente ao desafio de engajar e educar no ensino remoto. A mudança foi repentina, mas trouxe algumas boas oportunidades de inovar e utilizar ferramentas para as aulas online.
Elas foram fundamentais com o propósito de manter o nível de aprendizado dos estudantes, além de servir de apoio para que os professores pudessem continuar com o conteúdo curricular programado.
De acordo com Josué dos Anjos, instrutor da Jornada de Conhecimento II e consultor do Sebrae, a pandemia e o ensino remoto fizeram com que aprender a utilizar ferramentas digitais se tornasse uma prioridade para os professores.

Qual a importância da utilização de ferramentas para aulas online?

O avanço tecnológico facilitou bastante o ensino remoto. Hoje, existem inúmeras ferramentas para aulas online que têm alto poder de facilitar o trabalho do professor e ainda promover o engajamento da turma.
Essas múltiplas opções propiciam que o ensino e o aprendizado sejam mais dinâmicos e diversos, dando a oportunidade de o estudante aprimorar seu conhecimento mesmo não tendo a presença física do professor.
Além disso, essas ferramentas digitais são ótimas aliadas no desenvolvimento de competências e habilidades essenciais para a formação integral do estudante. Assim, eles conseguem chegar à fase adulta mais preparados no que diz respeito a encarar o novo mercado de trabalho.

Conheça 6 ferramentas para aulas online

Essas ferramentas para aulas online podem ser classificadas em três tipos, em que cada um deles vai atender uma dificuldade que o professor tem durante as aulas remotas e, consequentemente, colabora com o aprendizado dos estudantes. Exemplos:

Planejamento das aulas

O planejamento será o alicerce para que as aulas online sejam eficientes. O professor precisa buscar formas de alinhar todo o conteúdo programado aos métodos online de ensino.
Algumas ferramentas facilitam integralmente o processo de elaboração de todo o plano de aula, dando tranquilidade maior ao educador. Vamos conhecer duas delas:

1 – Mindmeister

Esta ferramenta possibilita a criação de esquemas de aulas, podendo incluir mapas mentais com a intenção de ajudar o professor durante a organização. Além dessa possibilidade, os educadores poderão compartilhar os seus planos, dando abertura para que esse esquema possa ser utilizado na absorção de conteúdo dos estudantes.
O professor tem a possibilidade de criar um mapa mental com os conteúdos da disciplina e distribuir para a turma. Assim, eles terão mais um material de apoio na hora de memorizar e aprender o conteúdo da disciplina.

2 – Google Docs

O Google Docs é um velho conhecido, pois a sua função é semelhante à do Word e à do Libreoffice. O seu diferencial é que tudo será feito de forma online e gratuita, em que o professor pode compartilhar os documentos de forma fácil e rápida.
Também é possível escolher a forma que o arquivo será compartilhado, definindo o nível de acesso de quem receberá o link. Para acessar a ferramenta, basta ter uma conta do gmail, e as funções podem ser acessadas de qualquer dispositivo que tenha vínculo com essa conta.

3 – Apresentações

As apresentações do ensino remoto devem ser dinâmicas e chamativas, uma vez que o estudante não contará com a presença física do professor; então é fundamental que ele não perca o foco.
Por sorte, as ferramentas digitais são ótimas para o professor inovar durante as apresentações do conteúdo. É viável utilizar fotos, vídeos e desenhos dinâmicos a fim de explicar o conteúdo. Abaixo estão três exemplos:

4 – Canva

Trata-se de uma plataforma de design bastante intuitiva, para a qual não é exigido dos professores cursos especiais para utilizá-la. A ferramenta disponibiliza diversos modelos de apresentação, dando a oportunidade ao educador de escolher temas que tenham ligação com a matéria ensinada.
Os estudantes também podem usar a ferramenta para apresentar seus trabalhos e como forma de organizar o conteúdo aprendido.

5 – Google Slides

O Google Slides é uma ferramenta que funciona de forma semelhante ao PowerPoint, ou seja, o professor pode organizar uma sequência de slides para que sejam apresentados durante as aulas. O ponto positivo é o aumento de algumas funções e também a facilidade de compartilhamento dos projetos.

6 – YouTube

O YouTube é a plataforma de compartilhamento de vídeo mais usada da atualidade. O seu amplo acervo pode ser empregado durante as aulas online, otimizando o conhecimento e o engajando os estudantes.
Mesmo que existam muitos vídeos educativos, nada impede que o professor também crie um canal da turma. Existem muitos caminhos que podem ser explorados a partir dessa ferramenta, e os jovens já apresentam uma facilidade em utilizá-la, o que ajuda no processo de aprendizagem.
Acompanhamento e controle do aprendizado
Acompanhar o aprendizado online pode ser visto como uma das principais dificuldades que o professor encontra. O contato virtual pode dificultar um pouco o controle sobre o que cada estudante aprendeu, além das suas dificuldades individuais.
Uma forma de ajudar é empregar uma plataforma que faça com que o professor consiga mapear o nível da sala e de cada membro da turma.

7 – Google Forms

Esta ferramenta pode ser bastante explorada pelos professores que estão tendo problemas em acompanhar o desenvolvimento da turma. Ela possibilita a criação de formulários, questões ou enquetes a que todos devem responder.
Segundo as respostas, o docente pode reunir informações necessárias sobre as deficiências no aprendizado de cada estudante, personalizando ainda mais o ensino.

Ferramentas digitais e o desenvolvimento de competências e habilidades

Além dos benefícios trazidos pelas ferramentas online em termos de engajamento nas aulas, podemos verificar também o desenvolvimento de competências e habilidades indispensáveis à formação do estudante.
A tecnologia e o ensino a distância trazem autonomia aos estudantes, fazendo com que eles sejam protagonistas do próprio aprendizado. Aliado a isso, eles desenvolvem a criatividade, a independência, o senso crítico e a busca ativa pela a resolução dos problemas.
Para melhor entendimento, veja este artigo completo sobre o ensino híbrido. Será possível entender um pouco mais dessa modalidade, reconhecendo também a sua importância para o desenvolvimento de competências e habilidades dos estudantes.
Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades