Aprendizagem Criativa e Educação Empreendedora: como elas se relacionam

Blog Aprendizagem Criativa e Educação Empreendedora: como elas se relacionam

20/12/2021
A Aprendizagem Criativa e a Educação Empreendedora priorizam as diversas maneiras de educação e relacionam-se com base na intenção de ampliar o conhecimento. O estudante, ao praticar suas inúmeras habilidades, estará se preparando para o mundo do trabalho, bem como para os desafios do futuro.
Veja como essas atividades são empregadas nas escolas.

O que é Aprendizagem Criativa?

Diferentemente de como muitos pensam, a criatividade não é algo que vem de berço, mas um processo longo que se aprimora com o passar do tempo. É algo que se aprende a praticar. A Aprendizagem Criativa é a principal ferramenta para desenvolver um pensamento criativo, estimulando com dinâmicas o conhecimento.
É uma tendência pedagógica que explora a capacidade do estudante e o coloca na resolução dos próprios problemas, construindo as próprias ideias e soluções.

Metodologia dos educadores Mitchel Resnick e Seymour Papert

A metodologia desenvolvida pelos educadores Mitchel Resnick e Seymour Papert é formada por 4 pilares: paixão, projetos, parcerias e pensar brincando. Esse estudo consiste em acreditar que, obedecendo a esses 4 pilares, se obtenha:
  • a criação
  • o teste
  • o erro
  • a construção do conhecimento em episódios reais
Os estudantes aprendem a lidar com problemas reais e desenvolvem corajosamente o próprio raciocínio, com soluções efetivas.

A importância de mudar o conceito tradicional de ensino

Um dos obstáculos que pode ser encontrado na caminhada do aprendizado criativo é a forma de ensino tradicional, conceito que pode acabar interferindo no ensino. O formato tradicional de ensino é o padrão conhecido pelos profissionais da Educação; portanto, é necessário investir em um novo modelo de Educação.
O objetivo de tal modelo deve tratar de ressignificar o relacionamento tanto dentro da sala de aula quanto nos demais ambientes da escola. Com isso, não apenas os estudantes, mas também os professores, entenderão a Criatividade na Educação como algo que não se aprende nos livros acadêmicos.

Como desenvolver a Aprendizagem Criativa nas escolas?

As principais ferramentas para a aplicação desse aprendizado nas escolas são inovação e questões socioemocionais, aliadas ao autodesenvolvimento. Projetos de Aprendizagem Criativa podem ser integrados ao ensino para desenvolver habilidades dos estudantes. Dentre elas, citamos as habilidades emocionais, motoras e cognitivas.
Juntas, essas habilidades são capazes de trazer progresso no entendimento e nos estudos, e que, para tal, são exigidas algumas ações a serem implantadas. São as seguintes:
  • Suporte emocional: valendo-se do suporte imposto por pedagogos, as crianças começam a criar os sentimentos de conforto e paixão pela instituição de ensino. Esse suporte é essencial para escolas que atendem crianças com distúrbios de aprendizagem. Com a criação de laços, os estudantes se sentem mais seguros e motivados para criar.
  • Ambiente colaborativo: trabalhar atividades em grupo é outra forma de desenvolver a criatividade, além de praticar a coletividade. Com os trabalhos coletivos, os estudantes começam a entender que, para obter sucesso, é fundamental dedicação individual e coletiva. O objetivo dessas atividades é estimular a curiosidade e a vontade de resolução dos problemas propostos.
  • Recursos tecnológicos: o emprego de tecnologias pode ser uma grande aliada na caminhada do aprendizado, se for usada com cuidado. Usar a tecnologia facilita o diálogo e a interação, além de ser uma estratégia para gerar maior interesse nas crianças e nos jovens.
Videoaulas interativas, aplicativos e músicas educativas certamente são uma boa maneira de gerar uma atmosfera mais animada.
Pensamento social e sustentável: é difícil manter os estudantes concentrados. A dinâmica de atividades de contatos para desenvolver projetos sociais e de preservação do meio ambiente pode ser uma ótima opção para isso. Ao envolver o conhecimento da família, os jovens se sentem mais produtivos, pois sabem que serão reconhecidos posteriormente.

Quais os principais benefícios da Aprendizagem Criativa?

Os efeitos benéficos são diversos e agem no presente e no futuro. Alguns exemplos são:
Autonomia de aprendizado: o protagonismo e a independência são outros fatores criados com base na Aprendizagem Criativa. De maneira autônoma, o estudante pensa nas próprias soluções, criando autenticidade.
Liberdade de expressão e pensamento: a Criatividade desafia e faz pensar “fora da caixinha” e obtendo liberdade de expressão. Essa liberdade é importante, porque dela advêm novas ideias.
A fase escolar é a mais apropriada para estimular a criatividade, uma vez que as crianças e jovens ainda estão em formação. Com isso, a implantação da Aprendizagem Criativa é fundamental para o desenvolvimento de cidadãos capacitados.

O que significa Educação Empreendedora?

Você sabe o que quer dizer Educação Empreendedora? O Empreendedorismo é um dos assuntos mais discutidos no mundo atual, o que faz com que cada dia mais pessoas estejam aderindo a esse novo mercado. O conceito de Educação Empreendedora é uma ideia de ensino que consiste no desenvolvimento de habilidades utilizadas no Empreendedorismo.
Apesar do desafio de implementar a Educação Empreendedora nas escolas, tem sido cada vez mais buscada por instituições de ensino e os educadores. Isso porque ela traz diversos benefícios, como trabalhar o pensamento inovador dos estudantes, propiciar autonomia na resolução de problemas, nas tomadas de decisões e, consequentemente, preparar os jovens para o futuro no mercado de trabalho.

Como a Educação Empreendedora se relaciona com o Aprendizado Criativo?

Nas duas metodologias, é fundamental proporcionar aos estudantes a oportunidade de avaliar e repensar. Ambas trabalham estimulando a autonomia, pensar “fora da caixa”, ter atitudes inventivas e inovadoras. Tanto a Educação Empreendedora quanto a Atividade Criativa formam futuros adultos com pensamento inovador.
Aprofunde ainda mais o seu conhecimento sobre a relação entre Educação Empreendedora e Aprendizado Criativo assistindo a live realizada pelo CER. Nela, trouxemos exemplos de práticas e explicações sobre o conceito.

A importância da Educação Empreendedora na escola

A Educação Empreendedora na escola está longe de ser uma realidade; porém, o Empreendedorismo vem ganhando cada vez mais destaque. Uma pessoa que possui esses conhecimentos é muito mais reconhecida no mercado de trabalho. Também isso faz grande diferença em seu currículo e no que diz respeito a sua experiência.
Nesse contexto, é necessário o contato com o Empreendedorismo desde cedo, e o ambiente ideal seriam as instituições de ensino.

Empreender é ser criativo

É exigido de um bom empreendedor e líder ser criativo para lidar com os desafios, tomar decisões e solucionar problemas. A criatividade também estimula o pensamento crítico em crianças e adolescentes. Por isso, a Aprendizagem Criativa apoia a Educação Empreendedora como: saber enfrentar desafios e inovar.
Portanto, a Educação Empreendedora e a Aprendizagem Criativa trabalham juntas para um único bem, ou seja, promover amplo conhecimento na Educação. Ambas têm semelhanças, fortalecem o conhecimento, a opinião e formam cidadãos criativos, autônomos e capacitados para a sociedade.

As vantagens do Empreendedorismo nas escolas para o desenvolvimento da criatividade

Sua escola proporciona Educação Empreendedora? Juntamente com a Aprendizagem Criativa, a Educação Empreendedora possibilita inúmeras vantagens atribuídas à aplicação do Empreendedorismo. Alguns exemplos são:
  • Autonomia desenvolvida: a autonomia é um dos resultados mais importantes, visto que ela permite que se desenvolva a liderança. Por sua vez, a liderança estimula a criatividade, desenvolvendo as próprias ideias para o comando de uma empresa.
  • Habilidades aprimoradas: ser um bom empreendedor exige ter boas habilidades comportamentais. Para ser um destaque no mundo do trabalho, é preciso ser autêntico, saber liderar e ter empatia. A Educação Empreendedora exercita e aprimora tais habilidades.
  • Oportunidades criadas: a Educação Empreendedora cria enorme variedade de oportunidades aos estudantes de todas as classes. Com isso, a escola estimula os alunos a ter um crescimento intelectual e pessoal, além de contribuir para a economia do país.
A Aprendizagem Criativa e a Educação Empreendedora são metodologias que se complementam, ambas com a finalidade de estimular o pensamento inovador, inventivo e criativo. Elas também permitem que os estudantes aprimorem suas competências e desenvolvam aquilo que têm dificuldade de uma maneira leve e orgânica.
Agora que você conhece melhor a Aprendizagem Criativa e como ela se relaciona com o Ensino Empreendedor, informe-se sobre o curso de Empreendedorismo do Sebrae voltado a estudantes e a novos empreendedores.

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades