Como a ficção científica pode ajudar a estimular a criatividade

Blog Como a ficção científica pode ajudar a estimular a criatividade

04/12/2021
Existem muitos caminhos e alternativas educacionais para que a formação dos jovens fique cada vez mais completa. A utilização desses novos artifícios, como é o caso da ficção científica, pode estimular o desenvolvimento de competências e habilidades que os ajudarão a entrar no mercado de trabalho.
“As pessoas pensam, incorretamente, que a ficção especulativa pretende prever o futuro, o que não é verdade – ou, se é, os resultados são muito ruins […]. A ficção especulativa é realmente boa não em falar sobre o futuro, mas sim sobre o presente. Em observar um aspecto que a perturba ou é perigoso e estendê-lo ou explorá-lo até alcançar algo que permita às pessoas daquela época ver o que elas estão fazendo por um ângulo e uma perspectiva diferentes” (Neil Gaiman, em Fahrenheit 451).
Ao apresentar uma realidade alternativa, a ficção científica nos leva a confrontar nossas crenças e a entender como as construímos e o porquê de cada uma. E esse exercício é um grande aliado à criatividade.

A ficção científica na educação

Na educação, as obras de ficção também podem se tornar grandes aliadas para trabalhar o pensamento criativo e a capacidade de inovação. Seu uso não precisa se restringir ao ensino científico, mas provocar reflexões sobre História, Filosofia, Artes, Ciências Sociais e outras áreas do conhecimento humano.
Estimular os estudantes a ler, a questionar e a produzir os próprios enredos de ficção científica pode dar a eles a liberdade necessária para sair dos pressupostos óbvios sobre o mundo a sua volta e percorrer novos caminhos, chegando a conclusões inesperadas e inovadoras relativas a questões pessoais e profissionais.
Saiba que empresas como Google, Microsoft e Apple contratam escritores de ficção científica como consultores, trazendo novas perspectivas para os caminhos tidos como certos.

Qual o papel da ficção científica no estímulo da criatividade?

A ficção científica utilizada com objetivos educacionais pode ser uma porta de entrada com a intenção de criar um ambiente de questionamentos. Desse modo, os estudantes passam a ter uma visão diferente sobre o mundo, estimulando a criação de outras ideias e soluções.
Esse novo olhar adquirido por meio dos conteúdos mostrados nas atividades que envolvem a ficção científica será indispensável para a formação do processo criativo. Os jovens começam a identificar pontos em comum sobre o que foi visto na ficção com a realidade, criando caminhos e formas de solucionar os problemas.
Além disso, o aumento do engajamento dos estudantes pode ser um impulsionador da constituição de elementos articuladores que estabelecem vínculos e interesses dos estudantes a temas e conteúdos que estão na programação básica de ensino.
“Encontrei diversos trabalhos apontando nessa direção, mostrando que a ficção científica pode ser empregada em sala de aula como elemento motivador para a discussão de conceitos e leis científicas dentro de um contexto que envolve uma reflexão mais ampla dos processos do fazer científico, tanto do ponto de vista das questões ‘internas’ da ciência (métodos, instrumentos, carreira profissional) como das ligações da ciência com o todo social (influências culturais, financiamento, repercussões de descobertas científicas).” Piassi (2007, p. 21)

Como colocar essas atividades em prática?

Existem inúmeras formas de as escolas e professores trazerem a ficção científica para dentro da sala de aula. Uma delas é por meio de livros que tratam de assuntos que envolvem ciência e tecnologia, pois é comum que os estudantes sintam interesse pelo tema, e assim a leitura não é perdida.
Por mais que a leitura de livros seja um caminho viável, os filmes não podem ser deixados de lado. Segundo o professor Luís Paulo Piassi, da Universidade de São Paulo (USP Campus Leste), fazer uma avaliação sobre as características dos longas-metragens é essencial para decidir qual a melhor possibilidade de trabalho.
Vamos conhecer alguns exemplos práticos de filmes e abordagens que podem ser utilizadas em sala:

Uma odisseia no espaço

O filme conta a história de alguns astronautas que vão ao espaço em uma missão investigativa, tentando entender o que de fato é um misterioso monolito negro que está dando indícios de uma nova civilização.
A abordagem pode ser trabalhada sobre questões que envolvem as características do espaço, como gravidade, o tipo de roupa que os astronautas têm de utilizar durante a expedição e muito mais.
Os estudantes ficarão interessados sobre o assunto e ainda conseguem ativar a mente a fim de criar soluções para os problemas mostrados no filme.

Parque dos dinossauros

Este clássico que conta a ressurreição dos dinossauros a partir do DNA do sangue dos mosquitos também é uma ótima escolha. Os professores podem juntar os estudantes visando debater sobre os possíveis problemas e benefícios que a recriação de um ser vivo pode trazer.
Também existe a possibilidade de estudar sobre as características da época em que os dinossauros realmente existiram. É uma ótima oportunidade para pesquisa e também para aprofundar informações sobre a formação da Terra e dos seres vivos.

O dia depois de amanhã

O filme retrata bem as possíveis consequências das agressões que o meio ambiente vem sofrendo em razão do não cuidado do homem, resultando em uma onda gigante e destruidora.
O filme é ótimo para falar sobre as condições climáticas, efeitos da não preservação da natureza e até de algumas questões físicas sobre como a água tem força para destruir prédios e monumentos.
É claro que esses são apenas alguns exemplos diante da infinidade de filmes que podem ajudar os estudantes a ter uma nova visão de mundo e ainda aumentar as habilidades criativas.

O poder dos filmes para despertar o potencial empreendedor

É evidente que os filmes de ficção científica são ótimos para estimular a criatividade e aprimorar o conhecimento. Os estudantes passam a ter nova visão de mundo e, consequentemente, novas respostas para as perguntas.
Apesar de esse gênero de filme ser ótimo e essencial para complementar o aprendizado, ele não é o único indicado para ser utilizado na sala de aula. O CER divulgou uma lista de filmes para o despertar de uma visão empreendedora.
Nós temos também uma série de vídeos com lançamento recente. O CineCER discute e indica filmes para educadores trabalharem em suas salas de aula.

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades