Dá para usar o TikTok na educação? Entenda as características do app e como usá-lo na educação

Blog Dá para usar o TikTok na educação? Entenda as características do app e como usá-lo na educação

27/03/2020
A única certeza que temos para os próximos anos é que a pandemia do novo coronavírus mudou a forma de ensinar e aprender. Afinal, nestes últimos tempos, a educação online tornou-se uma grande aliada das instituições de ensino.
As escolas que haviam passado por uma transformação digital, antes da Covid -19, com infraestrutura e metodologia adaptadas para o ensino a distância (EAD), saíram à frente.
Outras instituições, no entanto, precisaram fazer o melhor com o que puderam e ainda tentam. Por exemplo, aventurando-se nas videochamadas, na produção de conteúdo para o YouTube e outras alternativas.
Pensando nisso, neste post trouxemos algumas informações que podem sanar suas dúvidas e oferecer ferramentas visando dar o suporte necessário para o futuro. Esperamos que goste.
Boa leitura!
O TikTok é uma rede social que se tornou bastante popular nos últimos meses. Um dos grandes destaques dessa ferramenta é o público-alvo. Com usuários na faixa etária predominante entre 13 e 24 anos, o TikTok conquistou o público jovem, tornando-se uma das maiores febres digitais da atualidade.
Por outro lado, assim como qualquer rede social, o TikTok na Educação pode se tornar um grande problema em razão da distração dos estudantes durante as aulas. Entretanto, é possível que professores utilizem a plataforma como uma ferramenta, contribuindo para o processo de aprendizagem dos discentes. E, mesmo fora dos muros da escola, o TikTok é uma ótima opção para produção e divulgação de conteúdos educativos que extrapolem o currículo escolar.
Nesse sentido, continue a leitura, já que explicaremos, de forma detalhada, como aplicar o TikTok na Educação.

COMO O TIKTOK FUNCIONA?

Criado por uma startup chinesa, o TikTok foi lançado em 2016 e contém uma estrutura audiovisual que permite que os usuários postem vídeos de até 15 segundos. Atualmente, a plataforma, considerada a quarta maior rede social do mundo, é gratuita, e os usuários escolhem quais vídeos desejam consumir. Outro diferencial é a possibilidade de seguir perfis e compartilhar conteúdos com seus seguidores.
Vale ressaltar que não é preciso criar conta ou fazer login para acessar os vídeos; porém, para postá-los, sim.

POR QUE UTILIZAR O TIKTOK NA EDUCAÇÃO?

Infelizmente, em algumas instituições de ensino, a tecnologia ainda é vista como um inimigo no processo de aprendizagem ( refazer a frase para uma linguagem de busca deste conhecimento muitas escolas podem ver como inimigas pelas condições precárias ou total falta de conhecimento que se encontram e não porque elas não querem, ok? Podem também citar a resistência mas ela não é prepoderante ) . Entretanto, a tecnologia é uma ferramenta que pode ser bastante útil na Educação e é cada vez menos possível pensar em uma aula dinâmica e engajadora sem recursos digitais.
O TikTok, por exemplo, é uma plataforma que faz parte do cotidiano dos alunos fora da sala de aula, em razão da popularidade. Utilizar a plataforma na Educação é uma maneira de equilibrar teoria e prática, visto que, por meio do humor e dos conteúdos curtos, a assimilação às aulas tende a ser mais assertiva.

COMO INTEGRAR O TIKTOK NA EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Educação Empreendedora é a possibilidade de desenvolver nos estudantes, por meio de aulas práticas, habilidades que os guiem dentro e fora da escola, estendendo-se ao mercado de trabalho.
Em outras palavras, a Educação Empreendedora transforma os estudantes em pessoas autônomas, capazes de compreender e analisar um problema de maneira crítica e, como consequência, construírem estratégias inovadoras.
Nesse sentido, ao aplicar o TikTok na Educação, é possível tornar as aulas teóricas em práticas com processos extremamente criativos. Abaixo, listaremos alguns exemplos de como empregar a plataforma às disciplinas em sala de aula.

TIKTOK NAS AULAS DE HISTÓRIA

O professor americano Andrew Kozlowksy foi destaque no começo de 2020 por conseguir aplicar com eficiência o TikTok na Educação. Identificando o potencial da ferramenta, ele pediu aos alunos que gravassem vídeos na rede social, a fim de mostrarem o que aprenderam sobre a Guerra Civil Americana.
Ao solicitar esse tipo de atividade, o professor consegue incentivar a criatividade dos estudantes, além de trabalhar o pensamento crítico e explorar a aplicabilidade dos conceitos estudados em sala de aula, na prática.
Nesse sentido, os professores podem utilizar a mesma estratégia explorada por Andrew, e assim, complementar as aulas de História.

TIKTOK E A INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

Um dos grandes destaques do público jovem atual é a habilidade em estruturar piadas e conteúdos humorísticos diferentes, partindo do mesmo episódio de destaque. A cultura dos memes, por exemplo, pode ser amplamente explorada nas aulas de Português, quando o assunto é Interpretação de Texto.
O professor pode usar um meme específico e empregá-lo como exemplo em suas aulas. Isso demonstra a diversidade de pontos de vista que podem ser extraídos de um mesmo conteúdo. O professor também pode pedir aos estudantes que gravem vídeos na plataforma, tomando como ponto de partida um texto ou um poema, expondo a sua visão sobre o assunto.
Essas atividades permitem que o TikTok na Educação estimule o potencial interpretativo dos alunos, e claro, a criatividade.

TIKTOK NAS AULAS DE QUÍMICA

As aulas de Química podem se tornar mais divertidas e práticas por meio do TikTok. É possível o professor utilizar os vídeos disponíveis na plataforma de experimentos químicos para ilustrar as reações e os conteúdos estudados.
Nossa dica é que o professor distribua os estudantes em grupos e oriente-os a fazer um experimento em casa. A turma deverá gravar o processo e postá-lo na plataforma. O objetivo é incentivar a atividade prática, bem como o trabalho em equipe.

TIKTOK NAS AULAS DE MATEMÁTICA

Da mesma forma, o TikTok na Educação tem a possibilidade de ser explorado durante as aulas de Matemática. Uma das formas de aplicá-lo é solicitar que os alunos façam um vídeo na plataforma explicando um conceito específico estudado em sala.
Como o TikTok permite vídeos de até 15 segundos, a tarefa exigirá que os estudantes sejam estratégicos e criativos, uma vez que será preciso desenvolver técnicas de memorização ou macetes visando à realização de tarefas com maior praticidade. Isso torna o processo de aprendizagem menos exaustivo.
Ensinar é transformar o mundo, e, com este cada vez mais conectado, as aulas não podem ser diferentes. Sendo assim, para manter os estudantes engajados, é fundamental que os professores utilizem os recursos disponíveis com a intenção de complementar as aulas teóricas.
Por essa razão, o CER trabalha com conteúdos que unem estudantes e professores às novas tecnologias, tornando as aulas atrativas, engajadas, e assim possibilitando um aprendizado de qualidade.
Para saber mais sobre como transformar a sala de aula, leia nosso conteúdo e descubra as tendências da Educação nas quais ficar de olho em 2022.

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades