Educação Empreendedora: cinco livros interessantes sobre o assunto

Blog Educação Empreendedora: cinco livros interessantes sobre o assunto

Compartilhe este conteúdo
A capacidade de solucionar problemas e tirar ideias do papel, trazendo-as para a realidade, são resultados da Educação Empreendedora, principalmente quando aplicada entre os jovens.
Nesse sentido, não basta apenas aprender as teorias e os conceitos, mas sim maneiras práticas de colocá-los em prática.
Estudar cases de sucesso e histórias inspiradoras dentro e fora do Brasil pode ser um fator motivador para buscar outras informações sobre o assunto.
E uma das melhores fontes de conteúdo sobre o tema são os livros. Há no mercado vários títulos disponíveis, com diferentes abordagens de acordo com a vivência do autor.
Por isso, selecionamos os 5 livros indispensáveis para quem quer saber mais do assunto. Confira a seguir!

1 – EDUCAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO

Independentemente da característica do ensino – seja ele técnico, seja graduação, seja pós-graduação –, a carreira empreendedora, cada vez mais, tem se tornado uma opção atraente para os estudantes.
Dentro desse contexto, o livro Educação para o Empreendedorismo, publicado pela Agência de Inovação da Universidade Federal do Paraná, reúne reflexões e estudos de 29 especialistas sobre o tema.
A obra funciona como um estímulo tanto para os estudantes quanto para os educadores, isto é, de inserir gradativamente um ensino que vise à atitude empreendedora.

2 – TERMO DE REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA – CER

Esse é um referencial teórico completo para fundamentar o planejamento, a aplicação e as melhorias de ações de Educação Empreendedora. Não só isso, o Termo de Referência aborda as novas competências do mundo do trabalho, a origem do Empreendedorismo e das competências empreendedoras.
Você pode ter acesso a esse material gratuitamente!
Essa iniciativa do CER (Centro Sebrae de Referência em Educação Empreendedora) procura compartilhar conhecimento e incentivar a Educação Empreendedora no Brasil.

3 – POR QUE OS EDUCADORES DEVEM IR ALÉM DO DATA SHOW – E COMO FAZER ISSO

O livro digital (e-book) em questão é de autoria da Geekie, empresa responsável por uma tecnologia de aprendizado personalizado e certificada pelo MEC.

O e-book mostra uma visão geral da Educação atual. Explica também por que é preciso atualizar as instituições não apenas com novas tecnologias, mas com novas abordagens e metodologias.

É uma obra muito interessante que aponta os problemas, expõe as soluções e indica cursos para a capacitação dos professores.

4 – O EMPREENDEDORISMO NA ESCOLA – VOLUME 5

O quinto livro da coleção Escola em Ação mostra como os princípios e as práticas inovadoras podem ser usados no dia a dia de uma sala de aula.
Esse é um ponto essencial porque tanto o mercado de trabalho quanto o ensino superior cobram do futuro profissional a capacidade de ser inovador.
Assim, é importante que as crianças sejam preparadas e aprendam desde cedo a desenvolver habilidades essenciais como Criatividade e Inovação – características impulsionadas e estimuladas pelo estudo e pela aplicação do Empreendedorismo.

5 – EDUCAÇÃO FINANCEIRA E EMPREENDEDORISMO

Esse livro, dos autores José Pina e Rui Ferreira, publicado pela Escolar Editora, tem como tema central o uso da Criatividade. Segundo eles, por meio do estímulo à Criatividade, ideias originais e funcionais podem ser trazidas à tona.
Além disso, os estudantes podem desenvolver essa habilidade tendo sempre por base o meio onde estão inseridos, os recursos disponíveis à sua volta.

AS INDICAÇÕES NÃO PARAM POR AQUI! CONFIRA OS BÔNUS:

Separamos mais algumas recomendações de leitura sobre esse tema.

BÔNUS 1: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA – CONCEITOS, MODELOS E PRÁTICAS.

A obra de Rose Mary Lopes, da ESPM-SP, engloba conceitos e modelos de Educação Empreendedora internacionais, dos Estados Unidos e da Europa.
Além disso, fazendo jus ao termo “práticas”, citado no título, Rose sai do plano teórico-conceitual e parte para a prática.
Ela mostra como introduzir a Educação Empreendedora no Brasil, quer no ensino fundamental, quer no ensino superior.
Assim, caso você seja um educador ou um gestor educacional, pode se planejar para aplicar o aprendizado do livro nas instituições de ensino pelas quais é responsável.

BÔNUS 2: OUTRA EDUCAÇÃO É POSSÍVEL

O livro é um relato emocionante da vivência de uma professora em sala de aula. Por acreditar que a Educação liberta, Luana Tolentino, a autora, faz com que seus projetos dialoguem com várias crianças e adolescentes.
Tais estudantes muitas vezes são invisibilizados pelo sistema educacional e pelo mercado de trabalho.
A dinâmica dos projetos de Luana dá ênfase à interdisciplinaridade, ao respeito às minorias e à inclusão. Isso faz com que a aplicabilidade de um novo modelo de Educação seja validada.

BÔNUS 3: ENSINANDO PENSAMENTO CRÍTICO: SABEDORIA PRÁTICA

A educadora negra estadunidense Bell Hoocks trata de inúmeros temas em sua obra, como descolonização, engajamento, integridade, colaboração, transmissão oral de conhecimento, raça, gênero e classe.
Vale muito a pena a leitura desse livro, já que Bell resume o que aprendeu durante os 30 anos que exerceu seu ofício de professora.
Além disso, a autora prega uma relação de igualdade entre professores e estudantes, tema relacionado à horizontalidade da Educação. Caso se interesse pelo assunto, temos um artigo no nosso blog que discorre sobre o papel do professor em sala de aula.

BÔNUS 4: OS SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO NO FUTURO

O livro de Edgar Morin enfatiza os principais pilares para a Educação do Futuro, que segundo ele, são sete. Vejamos:
  • as cegueiras do conhecimento: o erro e a ilusão
  • os princípios do conhecimento pertinente
  • ensinar a condição humana
  • ensinar a identidade terrena
  • enfrentar as incertezas
  • ensinar a compreensão
  • a ética do gênero humano
Contudo, mesmo tendo sido citados aqui, não basta apenas saber quais são os sete tópicos. Na verdade, cada capítulo do livro tem o nome de um tópico e é necessário realizar a leitura para compreendê-los.
Em geral, o livro enfatiza que a Educação deve desenvolver a aptidão para organizar o conhecimento.
Afora isso, segundo ele, a Educação deve promover a “inteligência geral”, para compreender o complexo e o contexto de modo multidimensional e global.
Viu só quantas “minas de ouro” existem sobre Educação Empreendedora? Todas essas informações estão disponíveis, esperando para serem aplicadas!
Gostou? Acompanhe outras sugestões de leitura na categoria Biblioteca do nosso blog.
Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades