O que é o empreendedorismo social e como aplicá-lo na educação

Blog O que é o empreendedorismo social e como aplicá-lo na educação

01/06/2022

Desigualdades sociais, problemas ambientais e desafios econômicos. Tudo isso agravado pela pandemia da Covid-19, que virou o mundo “de cabeça para baixo”. Em meio a tantas incertezas, o empreendedorismo social pode ser uma luz. Por meio dele, reforçamos o papel da educação de apoiar na promoção de projetos e práticas que possibilitem aos estudantes perceberem o seu papel e o potencial de transformação e geração de impacto positivo no mundo.

Não por acaso, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) inseriu o empreendedorismo como um dos eixos estruturantes para a construção dos itinerários formativos no currículo do Novo Ensino Médio.

O que é o empreendedorismo social

O empreendedorismo social, de forma resumida, é a educação que visa formar jovens (empreendedores) capazes de gerar impactos sociais mediante suas atividades.

Para diferenciá-lo da Educação Empreendedora “clássica”, é só lembrar que, no empreendedorismo social, o principal objetivo é direcionado ao bem-estar coletivo. Ou seja, a criação de produtos, negócios ou soluções que, de alguma maneira, solucionem ou minimizem necessidades da sociedade em âmbitos como a educação, a saúde, o meio ambiente ou a sociedade.

Dentre as diversas competências desenvolvidas por esse ensino, estão: altruísmo, capacidade de resolver problemas, comunicação, coragem, curiosidade, empatia, pensamento crítico e científico, senso de propósito, resiliência, responsabilidade e trabalho em equipe.

A BNCC e um case de sucesso

Dentre as boas práticas divulgadas pela BNCC, podemos citar o case do Colégio Estadual Marcelino Champagnat, de Londrina, no Paraná.

Os alunos foram convidados por Sarita Maria Pieroli, professora responsável, a pesquisar sobre empreendedorismo social. Depois de instigá-los a saber mais sobre o tema, Sarita criou a iniciativa “Jovens Empreendedores – Primeiros Passos: Empreendedorismo social”, o que resultou em quatro projetos implementados. Confira, a seguir, a descrição completa de um deles – desde o resumo à metodologia –, escrita pela professora e divulgada no site da BNCC. Aproveite para se inspirar e compartilhar com colegas e amigos da sua escola!

Projeto “Meio Ambiente e Sustentabilidade”

Resumo

Neste projeto, proporcionamos o conhecimento e a conscientização dos alunos sobre temas relacionados ao meio ambiente e à cidadania. Utilizamos materiais recicláveis para a confecção de floreiras e a criação de uma horta hidropônica no colégio.

Coletamos água dos aparelhos de ar-condicionado e da chuva para regar as plantas. Fizemos coleta de lixo após as aulas e realizamos palestras de conscientização e preservação. Esperamos assim ter desenvolvido uma cultura de atitudes para o desenvolvimento sustentável do nosso planeta.

Justificativa

Na trajetória da humanidade há uma grande relação entre o homem e o meio natural. A história nos mostra que o homem fez da natureza sua habitação e fonte de subsistência.

No entanto, com o passar dos séculos, a relação pacífica foi rompida com a busca incessante pela dominação econômica e pela produção em larga escala.

Esses fatores, somados ao elevado nível de crescimento populacional, produziram devastação nos recursos naturais.

Como cidadãos, queremos uma escola que promova o aprendizado e a formação de pessoas conscientes da importância das atitudes de preservação, para que as gerações futuras não sofram com a destruição ambiental.

Assim, por perceber a necessidade de um trabalho desse tipo, o projeto buscou desenvolver nos alunos uma cultura de educação, preservação e sustentabilidade.

Objetivos
  • Despertar nos jovens valores e ideias de preservação da natureza e senso de responsabilidade para com as gerações futuras.
  • Sensibilizar de forma lúdica com o uso sustentável dos recursos naturais através das próprias ações.
  • Apresentar alternativas e soluções para as questões ambientais pertinentes no dia a dia escolar.
  • Conscientizar sobre a importância do meio ambiente e como o homem está inserido nesse meio.
  • Estimular os estudantes para que percebam a importância do homem na transformação do meio em que vivem e o que as interferências negativas têm causado à natureza.
  • Incorporar o respeito e o cuidado para com o meio ambiente, diminuindo a quantidade de lixo depositado no meio ambiente.
  • Incorporar a rotina da coleta seletiva.
  • Reconhecer atitudes inadequadas ao seu meio ambiente.
  • Reconhecer que os cuidados com o meio ambiente promovem a qualidade de vida entre os seres vivos.
  • Conscientizar sobre as diferentes formas de coleta e destino do lixo, na escola, em casa e em espaços em comum.
  • Conscientizar sobre o uso adequado e a renovação de algumas matérias-primas: reciclagem.
Metodologia
1ª etapa
  • Apresentação do tema aos alunos, com conversas sobre interpretação, opinião e a situação atual do meio ambiente.
  • Apresentação de vídeo educativo sobre a questão do lixo e a preservação do meio ambiente, com informações a respeito da importância da reciclagem.
  • Explicação sobre a importância dos 3Rs: Reciclar, Reaproveitar, Reutilizar, respeitando a vida e a ecologia.
2ª etapa
  • Realização de pesquisas em livros e revistas.
  • Participação em variadas situações de comunicação oral.
  • Interação e manifestação de desejos, necessidades e sentimentos por meio das linguagens oral e escrita e do relato de vivências.
  • Familiarização com a escrita pela participação em situações nas quais ela se faz necessária e pelo contato, no cotidiano, com livros, revistas, histórias em quadrinhos, painéis, etc.
3ª etapa
  • Pesquisa de campo para proporcionar à turma um passeio pelo entorno escolar.
  • Na atividade, os alunos foram orientados a observar as formas de degradação presentes naquele meio ambiente ou em suas proximidades.
  • Análise da realidade ambiental na comunidade.
  • Campanha contra a dengue, um dos problemas gerados pelo acúmulo de lixo (com cartazes e informativos).
  • Palestra de um agente de saúde.
4ª etapa
  • Coleta e reciclagem: explicações sobre a reciclagem, sua importância e como é feita.
  • Montagem de latas de lixo de coleta seletiva na escola e explicação sobre a relação entre a cor de cada uma e o tipo de lixo que recebe.
  • Apresentação dos símbolos da reciclagem usados para cada tipo de material, no mundo inteiro.
  • Promoção da coleta do lixo espalhado no colégio e no entorno escolar.
5ª etapa
  • Realização de trabalhos manuais, como cartazes, panfletos educativos e avisos, todos eles com informações importantes à população.
  • Montagem de palestra direcionada aos alunos dos Anos Iniciais.
  • Coleta, lavagem e pintura de pneus para cultivo de jardins de flores pelo colégio, com os canteiros sendo irrigados com água captada da chuva e dos aparelhos de ar-condicionado, respeitando o princípio da sustentabilidade.
  • Preparo da horta hidropônica monitorada por arduíno [curso realizado pelos alunos em parceria com o SENAI], para melhorar o cardápio das refeições do colégio.
  • Preparação do local e dos objetos para captação de água da chuva e dos aparelhos de ar-condicionado, com o objetivo de reutilização da água para irrigação das plantas.
6ª etapa
  • Preparação de palestras educativas, com materiais coletados durante a realização do projeto, para apresentação à comunidade escolar.
Cronograma de atividades:
  • Coleta de materiais: junho e julho de 2017
  • Organização da palestra: setembro de 2017
  • Apresentação da palestra: outubro de 2017, para alunos do 6º e do 7º anos
Orçamento do projeto

Gastos com tinta para pintura dos pneus, terra, mudas de plantas e construção da horta hidropônica.

Avaliação e monitoramento

A avaliação deve ser contínua, pela observação e pelo registro da participação e do envolvimento de cada aluno.

>> Para ficar por dentro dos outros projetos e entender o passo a passo de cada um, clique aqui

Dicas para levar o empreendedorismo social à escola

Práticas que são comuns na Educação Empreendedora, como a gamificação, a Aprendizagem Baseada em Projetos(ABP) e outras metodologias ativas podem funcionar muito bem para incentivar alunos e envolvê-los no universo do empreendedorismo social.

Um guia elaborado pelo portal Porvir traz diversas dicas sobre o tema e, dentre as ferramentas sugeridas para aplicação em sala de aula, está a Metodologia Projetão, que ensina a organizar os processos e as etapas visando desenvolver um projeto completo de empreendedorismo social.

>> Saiba mais sobre a Metodologia Projetão aqui

>> Acesse o Guia completo da Porvir aqui

Lembrete: se você é gestor educacional, priorize a capacitação do seu corpo docente. Só assim eles serão capazes e terão propriedade para incentivar e envolver os alunos no assunto em sala de aula.

Exemplos que você precisa conhecer

Confira, a seguir, 4 exemplos de instituições, fruto de um empreendedorismo social de sucesso. Clique no nome de cada uma para acessar o site dos projetos!

  • Adaptsurf | Promove a inclusão e a integração social de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida por meio do esporte.
  • Gerando Falcões | Desenvolve o protagonismo de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.
  • GRAACC | Apoia crianças e adolescentes com câncer no Brasil.
  • Instituto Chapada | Auxilia na melhoria da educação pública e cria redes que fortalecem políticas públicas de educação.

Gostou de saber mais sobre o empreendedorismo social e acha que o tema vai ser útil na sua escola? Continue acompanhando o Portal CER para ter acesso às melhores notícias do mundo educacional!

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades