O poder da música na educação empreendedora

Blog O poder da música na educação empreendedora

Compartilhe este conteúdo
A Educação Empreendedora tem o objetivo de promover o desenvolvimento de habilidades e competências essenciais à formação do indivíduo. Para isso ocorrer, é preciso buscar métodos que façam a perfeita interação com a linguagem dos estudantes.
Dessa forma, o emprego da música na educação pode ser um ótimo caminho a fim de que este trabalho seja realizado com eficiência.
A utilização da arte em suas diversas formas é uma ótima maneira de engajar o estudante no aprendizado, além de ser um campo rico a ser explorado quando o assunto é o desenvolvimento dos jovens.
Mas é preciso que os professores e as instituições de ensino entendam os caminhos viáveis para que as melodias se tornem mais uma forma de aprendizado.

Entenda mais a importância da música na educação

A música é uma forma de expressão artística inserida e apreciada há muito tempo. Muitas delas são marcos representativos de diversas passagens históricas, bem como uma ótima fonte de contextualização de fatos estudados.
Partindo desse entendimento, é evidente que as melodias formadas em conjunto com as letras cantadas podem e devem também ser fontes de aprendizado.
A música consegue ter grande influência nos sentimentos e também no comportamento dos indivíduos, pois, desde o nascimento, os sons estão presentes, servindo de mais uma forma de reconhecimento dos ambientes.
A BNCC apresenta dez competências essenciais para a formação dos estudantes, incluindo o repertório cultural que trata exatamente sobre o estudo e a valorização das diversas manifestações artísticas.
A arte ou o uso da música na educação é vista como fonte de desenvolvimento de competências e habilidades que impulsionam o crescimento dos estudantes. Eles passam a assumir uma visão investigativa sobre os fatos, o respeito às diferenças e a sensibilidade que poderá ser utilizada na resolução de problemas.

Qual a ligação da música com a Educação Empreendedora?

A música na Educação Empreendedora pode ser vista como mais uma maneira de divulgar uma visão mais ampla de como é viável o empreendedorismo ser desenvolvido de diversos modos.
Muitos educadores ainda acreditam que, a fim de que um estudante se torne empreendedor, é preciso apenas trabalhar algumas capacidades técnicas, como a administração de projetos.
É claro que isso é importante, porém, a Educação Empreendedora também é o caminho que desperta habilidades socioemocionais indispensáveis a que o estudante seja inserido no mercado de trabalho atual.
E a utilização da música na educação pode ser um ótimo caminho para que os jovens trabalhem essas competências que os tornam mais humanos e prontos para criar projetos que visam ao bem de todo o grupo.
Além disso, as atividades que envolvem sons e danças promovem alto engajamento, fazendo com que a busca pelo conhecimento e aprendizado seja admirada pelos estudantes.

Como incluir a música na Educação Empreendedora?

Existem inúmeras formas de incluir a música na Educação Empreendedora. O primeiro passo é o aprofundamento sobre o assunto por parte dos professores e também da escola. Será, pois, dessa maneira que a instituição estará preparada para aplicar metodologias práticas que aprimorem o aprendizado por meio da utilização das melodias e letras musicais.
Os professores podem utilizar a música para trazer contextos históricos que serão trabalhados em aula, despertando a curiosidade e também o interesse no assunto abordado.
Também é possível criar oficinas de música, onde a escola trabalha o aprendizado de algum instrumento musical, desenvolvendo a memória, a sensibilidade auditiva, a busca pela realização de objetivos e o trabalho em grupo.
Os educadores de língua estrangeira podem realizar uma aproximação da linguagem da turma selecionando músicas a serem interpretadas. Além disso, ainda é viável trabalhar a personalização do ensino, identificando a diversidade de aprendizado que os estudantes têm com o uso da música na educação.

Conheça alguns exemplos

Sabendo que a premissa base da Educação Empreendedora é o trabalho da formação completa do indivíduo, é necessário buscar formas de adequar os métodos às múltiplas realidades do país.
Uma ótima maneira de realizar essa inclusão é por meio da música. Muitos idealizadores de projetos sociais brasileiros entenderam ser possível capacitar jovens por intermédio da arte. Essa combinação exterioriza a importância do desenvolvimento de habilidades socioemocionais e como elas podem ser úteis ao crescimento pessoal e profissional.
Vamos conhecer dois projetos incríveis que estão, há anos, ajudando a formar jovens por meio da arte e da música:

Projeto Pracatum

A Pracatum surgiu em um bairro em Salvador chamado Candeal, idealizado pelo cantor e compositor Carlinhos Brown. Ele teve início em 1994 e, desde então, dá oportunidades de educação às crianças e aos jovens do bairro
O projeto oferece diversos cursos dentro da área musical, incentivando e reconhecendo talentos entre os moradores da região. Um ponto importante a ser destacado é que o Pracatum promove também o desenvolvimento empreendedor dos estudantes, mostrando como eles podem ser gestores da própria história.
Outro destaque é que, o Pracatum também foi um marco para o desenvolvimento da infraestrutura do bairro, já que a sua visibilidade fez com que o governo do estado desse ajuda financeira com a intenção de tratar problemas como saneamento básico e pavimentação das ruas.
Todo esse trabalho abre a mente dos jovens sobre como o empreendedorismo social é importante e pode trazer transformações benéficas a toda a comunidade.

Na Ponta dos Pés – balé nas comunidades

O projeto surgiu no complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, em 2012. A ideia veio da bailarina e moradora do bairro Tuany Nascimento, que viu a necessidade de levar a cultura da música e da dança à comunidade, dando oportunidade aos jovens da região.
Tuany fala que a ideia é mostrar às meninas e aos meninos da comunidade que é possível encontrar outras formas de crescimento, trabalhando a autovalorização e o reconhecimento como cidadão pertencente à sociedade.
Todo o trabalho desenvolvido pela bailarina levou esperança aos dançarinos da escola de balé, O projeto propiciou uma visão mais ampla sobre a diversidade de caminhos para o aprendizado, além de incentivá-los na busca pela criação de projetos empreendedores sociais que visam ao bem da sociedade.
A fim de que você possa se inspirar ainda mais, o CER apresenta um ótimo conteúdo em que a música foi utilizada na educação. É a história do professor de matemática Federico Ardila que usou o seus dotes musicais com o objetivo de inspirar os alunos. Está disponível também a entrevista completa dada pelo professor à BBC News.
Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades