O que é Ecossistema Empreendedor e como fazer parte de um

Blog O que é Ecossistema Empreendedor e como fazer parte de um

Compartilhe este conteúdo
Educação e Empreendedorismo pressupõem colaboração, resolução de problemas, empatia, cocriação e trabalho em grupo. E isso representa a base para um processo de ensino estruturado no desenvolvimento de habilidades e competências, para que haja de fato iniciativas empreendedoras. Então, é importante que a instituição de ensino seja atuante na oferta de experiências aos educadores, aos estudantes e à comunidade. Isso para dinamizar e ser um ator relevante no Ecossistema de Educação Empreendedora.
O termo é inspirado na concepção do Ecossistema de Empreendedorismo. Muito comum entre as startups e as empresas tradicionais, mas algumas instituições de ensino têm dificuldade em perceber sua relevância como agente imprescindível em relação a esses dois ecossistemas.
Por isso, no post vamos falar sobre o conceito apresentado pelo Sebrae de Ecossistema de Educação Empreendedora. Quais são os agentes e as dimensões que dele fazem parte, como se relacionam e se conectam e como sua instituição de ensino pode ser mais ativa dentro do ecossistema local. Acompanhe!

O que é um Ecossistema de Educação Empreendedora

O termo “ecossistema” vem da Biologia e significa um conjunto de comunidades que convivem em um mesmo local ou região, interagindo entre si e com o meio ambiente, com vistas ao equilíbrio do sistema e à autossuficiência. Assim, são agentes interdependentes, e, por isso, o conceito é usado também para a Educação Empreendedora. Afinal, desenvolvimento de atitudes empreendedoras tem caráter sistêmico na formação integral dos estudantes.
Para o Sebrae, o Ecossistema de Educação Empreendedora se organiza em dimensões que se relacionam e se conectam de forma dinâmica dentro do ecossistema. São elas:
Atores: instituições e pessoas imprescindíveis para alavancar oportunidades e iniciativas.
Políticas Públicas: ambiente legal e político que favorece a institucionalização da Educação Empreendedora.
Recursos: fontes econômicas e financeiras voltadas a fomentar a Educação Empreendedora.
Estrutura: todos os espaços disponíveis que buscam promover a Educação Empreendedora.
Cultura: o jeito de ser, pensar e agir de gestores, educadores, estudantes e de toda a comunidade.

Como fazer parte de um Ecossistema de Educação Empreendedora?

Não há outra resposta para essa pergunta que não recorra à essência do próprio ecossistema: a colaboração. Participar de um Ecossistema de Educação Empreendedora não é um processo estruturado.
Novamente, pegando emprestado um termo da Biologia, é algo que se dá de forma “orgânica”. Assim, cada ator tem algo a oferecer ao ecossistema dentro de sua expertise. Com o propósito de colaborar com iniciativas, projeto e se conectar, enquanto trabalha em conjunto com outros atores. O resultado é que isso propicia a expertise de todos os atores, além de estruturar e fortalecer o ecossistema.
Dessa forma, buscando ajudar a sua instituição de ensino a entender por onde começar, o Sebrae desenvolveu uma ferramenta on-line e gratuita, o Radar de Educação Empreendedora. Trata-se de um questionário capaz de oferecer, após ser preenchido, um diagnóstico em relação ao nível de implementação da Educação Empreendedora e de apresentar caminhos dirigidos à inserção da instituição de ensino dentro do Ecossistema de Educação Empreendedora.

Conheça o RADAR

O Radar leva em consideração as cinco dimensões do Ecossistema de Educação Empreendedora (Atores, Políticas Públicas, Recursos, Estrutura e Cultura). A instituição receber uma devolutiva geral, e também por dimensões. Esse feedback apresenta caminhos a fim de que a instituição evolua em cada quesito e possa atuar efetivamente no ecossistema, amadurecendo ainda mais no que diz respeito a sua inserção e à implementação da Educação Empreendedora no currículo.
O diagnóstico do Radar é gratuito e pode ser feito por qualquer representante da instituição de ensino que tiver conhecimento das ações, dos projetos e de sua estratégia – diretores, coordenadores, professores. Outra vantagem é que esse não depende de a instituição de ensino estar ou não inscrita no Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae ou no de outra instituição. Basta acessar: https://cer.sebrae.com.br/radar/.
Com o intuito de continuar a capacitar e a levar a Educação Empreendedora a educadores, estudantes e comunidade, conheça também as Trilhas Educativas oferecidas gratuitamente pelo Sebrae. Acesse o conteúdo e as ferramentas que poderão dar o suporte ao processo de ensino, ofertando experiência de aprendizagem inovadora. Confira!
Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades