Profissões do futuro: o que elas têm em comum?

Blog Profissões do futuro: o que elas têm em comum?

Compartilhe este conteúdo

A tecnologia vem modificando a forma como o mercado de trabalho se organiza. A tendência é que toda e qualquer profissão que possua uma rotina previsível vai ser substituída por algum algoritmo matemático em até 10 anos. Entretanto, da mesma forma que algumas profissões estão desaparecendo, novas surgirão. Estima-se que as profissões do futuro possam criar mais de 6 milhões de empregos até 2022. Essas mudanças não só alteram as oportunidades no ambiente de trabalho, como também as características procuradas em um profissional qualificado. No artigo a seguir, vamos conhecer um pouco mais das profissões do futuro e compreender quais as habilidades profissionais serão requisitadas pelas empresas. Confira!

Quais são as profissões do futuro?

O trabalho desenvolvido por cientistas de dados das empresas LinkedIn, Coursera e Technologies, em parceria com o Fórum Econômico Mundial, elencou 96 carreiras emergentes, com a probabilidade de gerarem cada uma delas mais de 10 mil empregos pelo mundo. De modo geral, as profissões do futuro podem ser agrupadas em cinco áreas bastante emergentes no meio profissional.

1 Marketing, Conteúdo e Vendas

O Marketing e a área de Conteúdo passaram por grandes modificações na última década. O jornalismo impresso migrou para o meio digital, assim como profissionais da comunicação encontraram espaço na criação de conteúdo para web. A probabilidade é que essas áreas ainda passem por um processo de expansão, principalmente com o aumento da presença de empresas no meio on-line e o uso do marketing digital como canal de aquisição de novos clientes.

Algumas das profissões nesta área são: growth hacker, especialista digital, diretor de Marketing, especialista em Desenvolvimento de Negócios, produtor de Conteúdo, coordenador de Mídias Sociais.

2 Área da Saúde

A área da Saúde também apresentará modificações em sua estrutura. A tecnologia vai facilitar diversos processos no setor médico. Novos profissionais, porém, serão exigidos, não só por questões que  modificarão as formas de trabalho, mas também para acompanhar as mudanças de algumas estruturas sociais. O aumento no percentual de idosos da população, por exemplo, abrirá emprego para cuidadores e preparadores de equipamentos médicos. A popularização da cultura fitness, por sua vez, também terá maior espaço para instrutores fitness no mercado.

Algumas das profissões desta área são: assistente médico, especialista em Transcrição Médica, auxiliar de Enfermagem, terapeuta respiratório.

3 Desenvolvimento e Programação

O desenvolvimento tecnológico é o principal motivo das mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho. E a tendência é que essa área apenas expanda. Profissionais especializados no Desenvolvimento de Algoritmos e na Programação de Soluções Digitais são destaque quando o assunto são as profissões do futuro.

Algumas das profissões nesta área são: desenvolvedor Phyton, engenheiro de DevOps, consultor de Nuvem, engenheiro de Plataforma, desenvolvedor full stack.

Conheça também: Escola 42: escola de programação no Vale do Silício sem professores

4 Recursos Humanos

O aumento de soluções tecnológicas e a prestação de serviços como empreendimentos do futuro farão com que a relevância da cultura organizacional e a seleção de pessoas para fazerem parte do time de colaboradores de uma empresa se tornem peças-chave de uma organização. Isso constrói oportunidade para profissionais da área de Recursos Humanos e recrutadores.

Algumas das profissões nesta área são: business partner de RH, especialista em Aquisição de Talentos, recrutador de Tecnologia da Informação (TI).

5 Economia Verde

Os impactos sofridos nos últimos anos pelo uso desenfreado de recursos naturais fazem com que a Economia Verde seja uma área de forte tendência nos próximos anos, gerando milhares de empregos. Profissionais que procuram especializar-se em tecnologias de desenvolvimento sustentável, principalmente no setor de energias renováveis, encontrarão grandes oportunidades no mercado futuro.

Algumas das profissões nesta área são: gerente de Projetos de Energia Eólica, diretor de Sustentabilidade, operador de Reator Nuclear, engenheiro sanitário, instalador de Painel Solar.

O que as profissões do futuro têm em comum?

O que podemos observar ao analisarmos tanto o fim de diversas profissões na última década quanto a popularização e o surgimento das 96 profissões do futuro é que as chamadas competências empreendedoras e as soft skills estão cada vez mais em evidência no mercado. A rotina e a previsibilidade perdem espaço para o senso de liderança e criatividade. A capacidade analítica também é uma habilidade fundamental para o profissional do futuro.

Outro ponto de destaque é a presença do meio digital como ambiente profissional, não só para quem atua em soluções tecnológicas inovadoras, mas até mesmo para áreas mais tradicionais, como a área da Saúde. A prestação de serviço também é uma grande tendência no mercado de trabalho do futuro, uma vez que a exigência de pessoas especializadas na construção de uma cultura organizacional forte e na seleção de colaboradores se torna cada vez mais evidente.

A produção de conteúdo como um produto comercial também possui tendência de crescimento nos próximos anos. Constatamos isso ao observarmos  as modificações do mercado de influenciadores e o aumento na procura de profissionais especializados em Marketing e Conteúdo. Os profissionais responsáveis pela tecnologia que vai modificar o mercado de trabalho também terão espaço nas profissões do futuro. Serão necessários desenvolvedores para soluções digitais e tecnológicas, com ênfase no armazenamento de dados digitais e na segurança por trás dessa inovação.

Outro ponto importante ao avaliarmos as profissões do futuro é o perfil exigido por todos esses profissionais, solicitando características que podem ser desenvolvidas por meio da Educação Empreendedora. É preciso pessoas com capacidade de gestão, com bastante atenção para novas descobertas e tendências, conhecimento de tecnologias digitais, senso de inovação, criatividade e senso empreendedor.

Achou o artigo interessante? Você pode se interessar também por este quiz, elaborado pelo Sebrae para te ajudar a descobrir qual área mais combina com você. Não deixe de testar!

 

Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades