School in the Cloud: aprendizagem colaborativa onde existir um computador conectado à internet

Blog School in the Cloud: aprendizagem colaborativa onde existir um computador conectado à internet

Compartilhe este conteúdo

Já falamos aqui no site sobre o pesquisador e educador Sugata Mitra. Ele foi o responsável pelos experimentos “Hole in the wall” (ou buraco na parede) que foram aplicados em vários lugares do mundo.

A conclusão desses estudos foi unânime: crianças conseguem aprender melhor quando têm liberdade e certa independência no processo. Essa ideia o incentivou a criar os SOLEs (Search Oriented Learning Enviroments, ou Ambientes de Aprendizado Orientado por Pesquisa).

Para espalhar ainda mais o conceito desses ambientes, foi criada a School in the Cloud (Escola na Nuvem), apoiada pelo laboratório da Universidade de Newcastle. O site da Escola fornece todas as informações necessárias para educadores montarem um SOLE onde quiserem. Basta ter um computador, acesso à internet e crianças interessadas.

A plataforma também convida professores e outras pessoas envolvidas com educação a participarem, seja instalando um SOLE, fazendo o papel de mediador (chamado de vovó ou vovô) ou ajudando nas pesquisas.

Mas como funciona o aprendizado no SOLE?

Tudo começa com uma Big Question (grande pergunta). A vovó ou vovô lança uma questão difícil de responder e algumas vezes até sem resposta. A partir daí, os estudantes trabalham em conjunto para pesquisar e discutir as possibilidades que a questão gera.

Os mediadores trabalham com as crianças por Skype e podem incentivar a pesquisa de várias formas, como por histórias, explorando sites e até fazendo artesanato.

A School in the Cloud foi lançada na Conferência do TED em 2014 para conectar os educadores. Desde então, já são 37 SOLEs no mundo e mais de 100 professores voluntários envolvidos.

Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades