Testes rápidos em massa reduzem casos da Covid-19 na reabertura de universidades dos EUA

Blog Testes rápidos em massa reduzem casos da Covid-19 na reabertura de universidades dos EUA

Compartilhe este conteúdo
Quando as universidades dos Estados Unidos reabriram, em agosto e setembro de 2020, os testes da Covid -19 eram aplicados duas vezes por semana em alunos, e uma vez em professores. Após análise de alguns estudos, houve alteração para três e duas vezes, respectivamente.
Um grupo de cientistas fez uma pesquisa com 85 universidades americanas e identificou que aplicar testes rápidos, junto com as demais medidas de segurança, como máscara, álcool em gel e distanciamento social, é mais eficaz e tem um custo menor do que o PCR habitual.
A análise da saliva custa entre US $20 e US $30, e o resultado sai em 24 horas. Enquanto que o nasal, US $100, libera o resultado em três dias. O autor do estudo, Mukherjee, afirma que: “Atrasar os resultados dos testes reduz a eficácia da testagem. De preferência, os resultados dos testes devem estar disponíveis em 6 a 8 horas, ou mais rápido, o que é viável, dadas as opções de teste atuais disponíveis […])”.
Dessa forma, o estudo conclui que, para minimizar os riscos de contaminação da Covid-19 em estudantes e professores, além dos protocolos básicos de segurança, é necessário investir na aplicação de testes rápidos. Do contrário, o atraso torna a ação ineficiente, aumentando o risco do contágio.
Leia mais sobre o assunto aqui!
Compartilhe este conteúdo

Assine a Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades