Dá para usar o TikTok na educação? Entenda as características do app e como usá-lo na educação

Estamos passando por um período bastante desafiador em razão de uma pandemia do novo coronavírus, a COVID-19. Todos os setores estão sendo impactados, e, com a educação, não é diferente. 

O número de estudantes fora da sala de aula já é superior ao de jovens que seguem indo à escola em todo o mundo, e a tendência é que esse número aumente ainda mais nos próximos dias. Por isso, a educação on-line tem sido uma grande aliada das instituições de ensino ao redor do planeta. Aquelas escolas que já haviam passado por uma transformação digital saem na frente, com infraestrutura e metodologia adaptadas para o ensino a distância (EAD). Outras instituições, no entanto, tentam fazer o melhor com o que podem e se têm aventurado nas  videochamadas, na produção de conteúdo para o YouTube, dentre outras alternativas. 

Pensando nisso, o CER preparou uma série de conteúdos especiais para o momento. Nossa intenção é sanar suas dúvidas e oferecer ferramentas visando dar o suporte necessário durante esse período de educação on-line. Esperamos que goste! Boa leitura!

O TikTok é uma rede social que se tem tornado bastante popular nos últimos meses. Um dos grandes destaques dessa ferramenta é o público-alvo que atinge. Com usuários na faixa etária predominante entre 13 e 24 anos, o TikTok conquistou o público jovem,  tornando-se uma das maiores febres digitais da atualidade.

Assim como qualquer rede social, o TikTok na educação, por outro lado, pode se tornar um grande problema, isto é, fazer com que os alunos fiquem distraídos durante as aulas. Entretanto, é possível que professores utilizem da plataforma como uma ferramenta na sala de aula, contribuindo para o processo de aprendizagem dos discentes. E mesmo fora dos muros da escola, o TikTok é uma ótima opção para produção e divulgação de conteúdos educativos em geral, que extrapolem o currículo escolar.

No artigo a seguir, vamos explicar como é possível aplicar o TikTok na educação. Continue a leitura.

Como o TikTok funciona?

Criado por uma startup chinesa, o TikTok foi lançado em 2016, sendo atualmente a quarta maior rede social do mundo. A plataforma é estruturada totalmente em formato audiovisual, na qual é permitido que usuários  postem vídeos de até 15 segundos.

O uso da ferramenta é gratuito, e os usuários escolhem o tipo de conteúdo que desejam consumir, sendo viável seguir perfis e compartilhar conteúdos com seus seguidores. Não é preciso criar conta ou fazer login para acessar os vídeos, mas isso é exigido em relação a postar conteúdos.

tecnologias para a educação

 

Por que utilizar o TikTok na educação?

Infelizmente, em algumas instituições de ensino, a tecnologia ainda é vista somente como um inimigo no processo de aprendizagem . Entretanto, a tecnologia é uma ferramenta que pode ser bastante útil na educação e é cada vez menos possível pensar em uma aula dinâmica e engajadora sem recursos digitais.

O TikTok, por exemplo, é uma plataforma que faz parte do cotidiano dos alunos fora da sala de aula. Vejamos: é instigante, possui conteúdos que atrai os jovens e é bastante popular. Utilizar o TikTok na educação é uma forma de proporcionar transdisciplinaridade e de tirar o conteúdo da teoria, demonstrando maneiras em que ele pode e deve ser aplicado no cotidiano fora dos muros da escola.

Conheça também: Transformação digital na educação: o que é e qual o impacto dela

Como integrar o TikTok na educação

Para aplicar o TikTok na educação, é importante utilizar a ferramenta com o intuito de engajar os alunos nas atividades, como forma de transformar as aulas e ampliar o processo criativo deles. A seguir, listamos alguns exemplos de como a plataforma pode ser empregada nas disciplinas em sala de aula.

TikTok nas aulas de História

O professor americano Andrew Kozlowksy foi destaque no começo de 2020 por conseguir aplicar com eficiência o TikTok na educação. Identificando o potencial da ferramenta, ele pediu a seus alunos que gravassem vídeos na rede social, a fim de que eles mostrassem o que haviam aprendido durante as aulas sobre a história da Guerra Civil Americana.

Ao solicitar esse tipo de atividade, o professor consegue incentivar a criatividade dos alunos, além de trabalhar o pensamento crítico deles e explorar a aplicabilidade dos conceitos estudados em sala de aula na prática. Professores podem também utilizar da mesma estratégia explorada por Andrew, como maneira de complementar as aulas de História.

TikTok e a Interpretação de Texto

Um dos grandes destaques do público jovem atual é sua habilidade em estruturar piadas e conteúdos humorísticos diferentes, partindo do mesmo episódio de destaque. A cultura dos memes pode ser amplamente explorada nas aulas de Português, principalmente quando o assunto é Interpretação de Texto.

O professor pode usar um meme específico e empregá-lo como exemplo em suas aulas. Isso demonstra a diversidade de pontos de vista que podem ser extraídos de um mesmo conteúdo. Além disso, o professor pode pedir que os alunos gravem vídeos na plataforma, tomando como ponto de partida um texto ou um poema, expondo a sua visão sobre o assunto. Esse tipo de atividade permite que o TikTok na educação seja utilizado visando a estimular a criatividade e o potencial interpretativo dos alunos.

TikTok nas aulas de Química

As aulas de Química podem se tornar mais divertidas e práticas através do TikTok. O professor pode lançar mão de vídeos disponíveis na plataforma de experimentos químicos, buscando ilustrar as reações e os conteúdos estudados.

Também é interessante que o docente passe como atividade em grupo a escolha pelos alunos de um experimento para realizar em casa e gravar na plataforma. Isso incentiva o trabalho em equipe, bem como é uma boa oportunidade para que os alunos coloquem os conteúdos estudados em prática.

TikTok nas aulas de Matemática

Da mesma forma, o TikTok na educação pode ser explorado durante as aulas de Matemática. Uma das formas de aplicá-lo é solicitar que os alunos façam um vídeo na plataforma explicando um conceito específico estudado em sala.

Como o TikTok permite vídeos de até 15 segundos, a tarefa exigirá que os estudantes sejam estratégicos e desenvolvam técnicas de memorização ou até mesmo procurem macetes visando realizar as contas com maior praticidade. Isso torna o processo de aprendizagem da matéria menos cansativo e mais eficiente.

O que achou das nossas dicas para aplicar o Tik Tok na educação? Conheça também as tendências da educação nas quais ficar de olho em 2020 e mantenha-se atualizado.

leia também

Orientações para retorno às aulas:  o que você precisa saber para o cenário pós-pandemia
continuar lendo
Educação Criativa: 6 maneiras de deixar as aulas mais divertidas
continuar lendo
Aulas de Ciências a Distância: como trabalhar esta área de conhecimento nas aulas on-line
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha
×