Sabe o que é inovação disruptiva? Veja como adotar a boa prática no ensino

O que Uber, Airbnb e Netflix têm em comum? A resposta mais óbvia é o sucesso financeiro. Você também pode dizer que cada uma é relativamente nova – a Netflix, a mais velha, tem 21 anos de idade, enquanto a Uber tem apenas nove. Mas a resposta que queremos explorar é: cada uma dessas organizações causou uma inovação disruptiva em algum ramo ou setor.

Se você ainda não conhece o termo, veja como esse fenômeno pode abalar estruturas e como preparar uma instituição de ensino para essa realidade.

O que é inovação disruptiva?

Uma análise mais cuidadosa sobre as semelhanças entre Uber, Airbnb e Netflix  mostra como cada empresa abalou as estruturas do setor ou do mercado em que se inseriu. Transporte, setor hoteleiro e entretenimento viram a fatia de consumidores aumentar, ao passo que vivenciaram uma debandada de clientes usuais, que preferem serviços mais simples, convenientes e acessíveis.

É esse o conceito de inovação disruptiva. Ela acontece quando uma inovação transforma e redefine drasticamente um setor, normalmente acomodado e marcado por processos rígidos, preços elevados e status.

Empresas que criam esse “abalo”, em um primeiro momento, costumam mirar outros públicos.  À medida que crescem, tomam conta de todo o mercado. A mudança obriga as demais empresas a mudarem a forma como fazem negócio para não se tornarem obsoletas.

Qual a diferença entre a inovação disruptiva e a tradicional?

Se uma empresa não causou essa disrupção no mercado em que atua, não quer dizer que ela não inove. Uma forma tradicional é melhorar produtos que já existem, mirando consumidores ou clientes usuais.

Além disso, muitas vezes, a inovação disruptiva demanda um investimento elevado (tempo, pessoal, recursos financeiros). Afinal, desestabilizar um mercado não é tarefa simples. Já a forma tradicional de inovar pode ser mais acessível, melhorando aos poucos detalhes de produtos e serviços.

E, é claro, há um alto risco associado a essa mudança completa de paradigma, justamente porque o novo produto pode ser um sucesso ou um fracasso total. Na forma mais comum de inovar, os riscos são bem menores.

inovação disruptiva

Como fomentar essa mudança na escola?

Você já viu que a inovação disruptiva oferece desafios ao empreendedor e exige tempo, pesquisa, recursos financeiros e profissionais qualificados e inquietos. Mas é possível causar disrupções e romper paradigmas em todos os ramos, inclusive nas escolas.

Para que essa mudança possa estar no horizonte de uma instituição de ensino, o primeiro passo é abrir as portas para a inovação, ou seja, é necessário que não haja apego a nenhuma prática tradicional.

Também é necessário que diversos conceitos da educação tradicional sejam reavaliados a fundo. Faria sentido, por exemplo, manter a estrutura da sala de aula em que o professor é o único detentor do conteúdo? Ou até mesmo manter um sistema rígido de disciplinas que não dialogam entre si? A análise precisa ser profunda e considerar todos os aspectos do ambiente de ensino.

Outro passo importante é incentivar a formação continuada e o espírito empreendedor do corpo docente. Só as mentes inquietas são capazes de trabalhar com afinco em busca de modelos de ensino que façam sentido para determinada realidade e que contribuam para um ensino de mais qualidade. Nesse caminho, o professor deve questionar tudo o que constitui o ambiente escolar, até mesmo a disposição espacial.

Por fim, a escola deve incentivar esse olhar inquieto dos alunos. Um bom passo a ser dado é aplicar metodologias ativas, que colocam o aluno como protagonista de sua formação. A lista de possibilidades é vasta! Confira nossa seleção de posts sobre metodologias.

leia também

7 formas de criar mais engajamento na educação infantil
continuar lendo
Educação 5.0 x 4.0 – entenda as diferenças entre os conceitos
continuar lendo
Conheça 4 iniciativas de Educação Empreendedora premiadas no Brasil
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha
×