Descubra os recursos gratuitos da Microsoft Educação

Uma sala de aula repleta de recursos digitais para facilitar a rotina, dinamizar o ensino e potencializar o aprendizado a fim de capacitar estudantes para a sociedade do futuro: essa é a proposta da sala de aula 2030 – sala-modelo exposta pela Microsoft Educação durante a última edição da conferência nacional de educação Bett Educar.

O espaço foi pensado com base na pesquisa “Preparando a classe de 2030”, promovida pela própria empresa, em parceria com o McKinsey & Company’s Education Practice. “Quando as crianças do jardim de infância de hoje se formarem em 2030, o mundo será muito diferente do que as gerações anteriores puderam experimentar”, afirma o documento. Os recursos digitais da Microsoft Educação apresentados na sala foram planejados visando preparar os alunos para tecnologias, empregos e desafios que ainda não foram  imaginados, e farão parte do futuro delas.

Parece interessante? A melhor notícia é que vários desses recursos têm o uso liberado para escolas, professores e estudantes. Basta se cadastrar com um endereço de e-mail de uma instituição de ensino. Em seu site, a empresa garante que tais ferramentas podem ajudar a “criar uma sala de aula inclusiva e personalizar a aprendizagem para cada estudante, permitindo que sejam estudantes mais autodidatas e confiantes”. Neste post, descubra os recursos gratuitos da Microsoft Educação e como eles podem beneficiar a sua sala de aula.

O que vem no pacote da Microsoft Educação

O pacote Office 365 Educação dá acesso atualmente a 18 programas, que podem ser baixados ou utilizados online. Alguns deles são os aplicativos mais comuns do Office, como Word, Power Point, Excel e Onedrive. Outros são aplicativos menos conhecidos, de streaming de vídeos, automatização de tarefas do computador, criação de formulários e planners. Todos podem ser usados de maneira criativa para ajudar na organização do professor ou também na interação e no envio de conteúdo para os alunos.

Existem, porém, três aplicativos na lista que são enfatizados pela companhia como ideais para uso em escolas, que podem potencializar a experiência de ensino: o OneNote (que serve como um caderno digital), o Teams (feito para trabalhos colaborativos) e o Sway (plataforma que ajuda a criar apresentações). Além disso, outro recurso bastante divulgado é o Hacking STEM, uma série de planos de aulas com atividades práticas de formação em STEM (sigla em inglês que corresponde a Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática). Confira abaixo como cada um deles funciona.

OneNote

Este aplicativo reúne diversos cadernos de forma organizada. Ele é útil tanto para professores, que podem ter unicamente em um lugar todos os seus planos de aula e montar uma biblioteca de conteúdos, quanto para estudantes, que passam a ter acesso fácil aos cadernos de todas as disciplinas em um só programa. É possível compartilhar os cadernos com outras pessoas, criando espaços de trabalho colaborativos e possibilitando correções e observações por parte do professor.

O OneNote permite, além da adição de textos digitados, anotações e desenhos livres por meio do cursor do mouse ou à mão, no caso de dispositivos que possuem sensibilidade na tela e canetas digitais. Também podem ser adicionados diagramas, vídeos, imagens, áudios, tabelas e emojis.

Ainda existe uma ferramenta de leitura que ajuda alunos na fase de alfabetização, considerada como ferramenta de acessibilidade para deficientes visuais. O programa lê o texto em voz alta, separa as sílabas e mostra a classificação morfológica de cada palavra, além de ser uma ferramenta de Matemática, que mostra o caminho até a resolução de cálculos.

Sway

A Microsoft Educação também oferece o Sway, plataforma na qual é possível criar trabalhos e apresentações de projetos com designs diferentes e recursos digitais, como inserção de hiperlinks, vídeos e outras mídias. Já há alguns modelos prontos pelos quais é possível começar. Também é possível criar Sways colaborativos, compartilhando o documento com outros.

No final, o projeto pode ser apresentado na própria plataforma ou exportado nos formatos Word e PDF. O site da Microsoft Educação oferece exemplos de produções de estudantes para que você tenha uma ideia do que pode ser feito com a ferramenta.

Teams

Teams é uma plataforma da Microsoft Educação que promove interação com os alunos por meio de chats exclusivos para tal. Ele cria um canal de diálogo com a vantagem de não ter a distração dos aplicativos comuns de troca de mensagens que os estudantes já utilizam. Por meio dele, é possível conversar com alunos, criar grupos, definir tarefas e enviar arquivos.

Há a necessidade de o Teams ser habilitado pela instituição para começar a ser utilizado.

Hacking STEM

Esta plataforma contém planos de aula com projetos e atividades interativas criadas e testadas por professores, disponíveis para download, que incentivam o aluno às áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. As atividades usam frequentemente materiais cotidianos, em busca de experiências acessíveis e divertidas.

As ferramentas gratuitas da Microsoft Educação prometem ajudar o processo de transformação digital nas salas de aula, preparando os estudantes para a sociedade do futuro. Elas oferecem comodidade na organização de cadernos e planos de aula, facilidade na elaboração de projetos e colaboração, ao mesmo tempo em que utilizam uma linguagem mais próxima à dos jovens. Para saber mais de como ferramentas digitais podem beneficiar a educação, leia nosso post sobre sala de aula invertida.

leia também

7 formas de criar mais engajamento na educação infantil
continuar lendo
Educação 5.0 x 4.0 – entenda as diferenças entre os conceitos
continuar lendo
Conheça 4 iniciativas de Educação Empreendedora premiadas no Brasil
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha
×