Sugata Mitra: por mais autonomia dos estudantes na educação

O que acontece se você colocar um computador pregado a uma parede em uma favela? Um pesquisador fez isso em Nova Deli e o resultado foi que as crianças da comunidade, que nunca tinham visto um, começaram a aprender coisas novas – sem a ajuda de ninguém.

Sugata Mitra nasceu em Bengali e é um cientista da educação na Universidade de Newcastle, Inglaterra. Depois do primeiro experimento em Nova Deli, ele e seu time de pesquisadores conseguiu verba para realizar algo parecido no resto da Índia e na África do Sul. Não importava o lugar, o resultado era sempre parecido. Um grupo de crianças chegou a gravar uma música depois de apenas 4 horas em contato com o equipamento.

Outro elemento do método de Mitra foi o fator “vovó”. Ele colocou as crianças em um computador com informações de biotecnologia e aplicou uma prova sobre o tema. Junto delas, colocou apenas uma pessoa que dissesse palavras de encorajamento: “muito legal isso, pode fazer de novo?” ou “parabéns por ter feito isso!”. O resultado foi o aumento de acertos na prova de 30 para 50% em dois meses.

Sugata Mitra criou, a partir dos experimentos, os chamados SOLES (Self Organizing Learning Enviroment – ou Ambiente de Aprendizado Auto Organizado). São cápsulas que dão acesso a um computador com internet e os alunos podem se conectar com professores de todo o mundo por Skype.

Mesmo com orientação, quando a liberdade de busca pela informação é oferecida aos jovens, o aprendizado vai além do que foi planejado. Se quiser saber um pouco mais sobre as descobertas de Mitra, veja a palestra dele no TED (com legendas em português):

leia também

7 formas de criar mais engajamento na educação infantil
continuar lendo
Educação 5.0 x 4.0 – entenda as diferenças entre os conceitos
continuar lendo
Conheça 4 iniciativas de Educação Empreendedora premiadas no Brasil
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha
×