O que os estudantes pensam sobre empreendedorismo?

A educação empreendedora transforma essa visão abrindo novas portas e permitindo olhar para o mundo sob uma nova perspectiva. Acreditamos que ela não prepara os jovens para serem empresários, mas oferece-lhes a possibilidade de reinventarem suas carreiras e descobrirem formas inovadoras de atuação profissional e realização.

Por isso, perguntamos a alguns alunos de diferentes contextos, que já têm contato com a educação empreendedora no Brasil, como sua visão de mundo tem sido transformada pela experiência escolar. Nas respostas, podemos perceber jovens mais conscientes de seu papel na sociedade e do poder dos negócios para mudar a realidade. Confira!

Milena Rafaela Amorim – Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ – BH)

“Venho do ensino público e a educação empreendedora tem mudado minha perspectiva, principalmente, no significado do conceito de empreendedorismo. Antes eu achava que empreender era para quem tem alto poder aquisitivo, ‘poder de giro’, e não é assim. Empreendedorismo é para quem quer mudar a realidade. Comecei a perceber que eu posso mudar realidades. Estou formando agora e tanto eu quanto meus colegas vamos da escola sair transformados, com uma experiência de vida incrível”.

Alexia Moreira Almeida – Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ – BH)

“No ensino empreendedor, as aulas são práticas, com exemplos da vida real. Saímos da escola preparados para o mercado de trabalho, com uma visão do que é empreendedorismo. Entendemos que existem vários tipos de empreendedorismo, como o ambiental e o social. Com os projetos, entendo melhor quem eu sou e desenvolvo uma nova perspectiva de futuro”.

Esdras Ribeiro – Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ – BH)

“Eu não sabia nada sobre empreendedorismo, não entendia o que era. Mas a educação empreendedora expandiu minha mente e pude aplicar os conceitos tanto na minha vida pessoal quanto na profissional. Comecei a participar de eventos de empreendedorismo como voluntário e ampliei também minha visão sobre empresas. Aprendi que uma empresa não é só negócio, dinheiro e lucro, mas envolve e se preocupa também com as pessoas”.

Daniel Vieira – Escola de Formação Gerencial Sebrae MG

“Ter contato com a educação empreendedora mudou totalmente a minha visão da vida e das empresas. Percebi como um negócio pode impactar o mundo e a sociedade. Além disso, entendi também como é o funcionamento de uma empresa. Abriu tanto a minha cabeça que ainda não consegui decidir o que fazer no ensino superior. Descobri tantas novas possibilidades”.

Fernando Lacerda – Escola de Formação Gerencial Sebrae MG

“As aulas de empreendedorismo dão uma visão de como fazer a diferença e inovar. Muitas vezes pensamos que temos que ir para a faculdade ou ter um trabalho convencional, mas o empreendedorismo muda nossa perspectiva. Antes eu pensava em cursar engenharia, mas agora estou considerando criar minha própria startup”.

leia também

Empreendedorismo por mulheres e para mulheres - Entrevista Priscila Gama
continuar lendo
Como transformar os indicadores de desempenho escolar em ferramenta de inovação
continuar lendo
Espiral do conhecimento: conheça a metodologia
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha