UMA VIAGEM PELAS INICIATIVAS INOVADORAS NA EDUCAÇÃO DO BRASIL

A atitude empreendedora faz parte de um movimento crescente na economia: criar, inovar e solucionar. A sociedade já vê sinais desse novo modo de empreender, porém o ponto central dessa mudança é inserir também a cultura empreendedora na educação – já que o futuro pertence às crianças de hoje.

Para isso, é necessário repensar a forma como avaliamos os alunos, quanto os estimulamos a adotar uma postura de liderança ou ainda os incentivamos ao trabalho em equipe. Para que haja mudanças, o primeiro passo é conhecer a fundo os problemas existentes no sistema educacional de regiões distintas do país e ver quais são as soluções encontradas para resolvê-los. É o que faz o projeto Caindo no Brasil: busca soluções no país inteiro para inovar o sistema educacional e potencializar as iniciativas criativas e empreendedoras.

Segundo Caio Dib, idealizador do projeto, o Caindo no Brasil começou com uma viagem de reconhecimento do local. “Peguei um atlas e comecei a destacar cidades interessantes para entender seus sistemas educacionais, e fui conhecê-las”. O resultado dessa jornada foi além do esperado.

Encontrei tantas práticas e tantas redes que atuam para inovar em educação que a viagem passou de três para cinco meses”CAIO DIB

Para registrar os projetos, pessoas e escolas que fazem a diferença, o Caindo no Brasil virou livro. “O livro traz treze histórias e práticas como, por exemplo, o Preste: iniciativa que começou porque não havia professor, o que incentivou a utilização do método de aprendizagem cooperativa. Os alunos se formaram no ensino médio e entraram na faculdade. Isso é empreender em educação”.

leia também

Conheça 10 iniciativas brasileiras que estimulam o protagonismo dos estudantes
continuar lendo
Um match com o mercado de trabalho - entrevista com Amanda Busato
continuar lendo
Conheça o Geekie Lab, um assistente digital para suas aulas
continuar lendo
newsletter
x
área restrita
Usuário
senha