Formação de professores: os desafios no contexto da educação empreendedora

Pessoas diferentes aprendem de maneiras muito distintas. Em salas de aula, onde o ensino personalizado, a educação baseada em competências e o desenvolvimento de aspectos socioemocionais se mostram cada dia mais relevantes, como fica o papel do educador? Quais aspectos devem ser incluídos nos programas de formação de professores para que eles estejam preparados para as novas demandas de um mundo em constante transformação?

Formação de professores e ensino integral

Para Luiz Miguel Garcia, presidente da União de Dirigentes Municipais de Educação do Estado de São Paulo (Undime/SP), o desafio começa na própria concepção das instituição de ensino. Segundo ele, as escolas não podem mais se limitar ao espaço geográfico intramuros e nem à transmissão de conhecimento. Isso vale, principalmente, para as discussões que envolvem a implantação do modelo de escola integral. “A educação é integral quando há integralidade no conhecimento. Não quando o aluno passa sete horas em um mesmo lugar.  Isso é escola em tempo integral”, explica.

Nesse contexto, há uma preocupação maior com desenvolvimento integral e da postura empreendedora nos jovens. Como resultado, é importante que o professor seja um líder com uma atuação sistêmica, capaz de entender o aluno em sua individualidade e ter, ao mesmo tempo, visão do todo. “Ele deve fazer uma leitura crítica do processo de aprendizado, ter ousadia, coragem e autonomia, estar empoderado. Assim, ele ajuda a desenvolver nos jovens um olhar crítico para o mundo em que vivem”, completa Luiz.

Além disso, outra postura esperada do professor é estar aberto ao inesperado, disposto a correr riscos – e isso deve estar nos programas de formação de professores. “Dar certo não necessariamente significa chegar onde você esperava chegar. A educação não é um caminho certo”, explica.

Na entrevista a seguir, Luiz Miguel fala mais sobre as mudanças recentes na educação e os benefícios da postura empreendedora para os jovens. Confira:

leia também

Saiba como transformar o TCC em ferramenta de empreendedorismo
continuar lendo
Intercâmbio profissional: como a experiência pode enriquecer a formação superior
continuar lendo
Aprender pela experiência: conheça a metodologia criada pela Perestroika
continuar lendo

Quer ficar sabendo de tudo antes? Assine a
newsletter e receba novidades no seu e-mail.

x
área restrita
Usuário
senha